Idosos do projeto 'Vidativa' realizam primeiro "grito" de Carnaval

Por Portal do Holanda

04/12/2014 18h19 — em Amazonas

O evento visa escolher os destaques carnavalescos para desfilar em 2015. O tema da folia desta vez é “Idoso na Folia: Aprendendo a Envelhecer com Qualidade”

O Governo do Amazonas, por meio da Sejel, realizará na próxima quinta-feira (11), o 1º Grito de Carnaval do projeto Vidativa. O evento acontecerá no Centro Estadual de Convivência do Idoso (rua Wilkens de Matos, s/nº, Aparecida, zona sul), com entrada gratuita, a partir das 15h.

O tema escolhido pela UnATI-UEA para o Carnaval de 2015 é “Idoso na Folia: Aprendendo a Envelhecer com Qualidade”. A escolha do tema coincide com o principal foco do Vidativa, que é incentivar a qualidade de vida na terceira idade, visando uma vida mais saudável aos idosos e envelhecentes.

Na tarde desta terça-feira, 2 de dezembro, o auditório da Fundação Vila Olímpica sediou o sorteio que definiu o grupo do Sesi como o responsável para compor a Comissão de Frente do desfile de 2015 da Escola de Samba da Terceira Idade.

Responsável por gerir o Vidativa, a coordenadora Valtimar Carneiro informou que, como o evento será aberto ao público, a expectativa é que haja um grande número de participantes. “O apoio e a participação popular é essencial, principalmente para a evolução do projeto, pois vamos definir as personalidades da nossa Escola. Espero que, no desfile, em fevereiro, tenhamos pelo menos quatro mil idosos participantes no Carnaval”, afirmou.

O principal objetivo da festa é escolher os destaques para o Carnaval de 2015. “Na ocasião, serão definidas as novas rainhas do Carnaval e da Bateria. Os novos Rei Momo, Mestre-Sala e Porta-Bandeira também serão escolhidos”, informou.

 

Sobre o projeto

Implantado em 2006, fruto de uma parceira entre a Sejel e o Conselho Estadual do Idoso (CEI), o Vidativa promove ações que atendem as necessidades de pessoas maiores de 45 anos, proporcionando a prática do esporte e lazer.

O Vidativa é composto por 45 grupos de idosos em Manaus. No interior, ele se faz presente em Iranduba (comunidades de Paricatuba e Cacau Pirêra), Manacapuru, Novo Airão, Rio Preto da Eva e Presidente Figueiredo. O programa atende atualmente cerca de 5 mil idosos da capital e do interior.