Carol Muniz fala sobre término com presidente da CBF, 45 anos mais velho

Por

15/11/2014 10h22 — em Famosos & TV

Foto: Reprodução / Instagram

Carol Muniz, a ex-assistente de palco de João Kleber e capa da revista "Sexy" de julho, acabou de terminar o breve namoro com o presidente da CBF, Marco Polo Del Nero, e agora está livre, leve e solta.

A gata baiana de 28 anos conta que o término da relação com Del Nero, de 73,  aconteceu por conta de divergências em relação à carreira da beldade.

“Acabou, mas está tudo bem. Voltamos no mesmo voo da Turquia e cada um seguiu o seu caminho. Não teve brigas. Foi uma decisão minha e muito bem pensada porque a minha carreira é mais importante que qualquer coisa”, disse em entrevista ao UOL.

Formada em jornalismo, a morena conta o ex gostaria que ela trabalhasse como apresentadora de futebol ou à frente de um programa infantil. “Se fosse uma dessas opções, eu poderia ter começado ontem, mas eu não sou uma boneca, um fantoche que tenho que seguir o que outros decidem. Acabei de sair nua numa revista e como poderia ser apresentadora de um programa infantil? Não teria credibilidade. E de esporte eu até gosto, mas acho que deveria subir degrau por degrau antes de comandar uma atração. As intenções dele eram boas, mas eu trabalho com a minha imagem, com o meu corpo e eu não quero fugir desse universo de moda e beleza. Eu lutei para chegar aqui”, disse. 


Foto: Revista Sexy/Divulgação

Ela explicou que sonha em fazer um programa no estilo do que Fernanda Lima comanda na TV Globo "Sabe o  “Amor e Sexo” ? Eu amaria ter um programa assim e não faria feio, não!”, afirma.

Ela fala ainda sobre o preconceito que sofreu por conta do relacionamento “Eu fui muito forte e todos os conhecidos e familiares dele me falaram isso. Claro que senti preconceito, senti olhares estranhos e eu saia mesmo com ele, pegava na mão e ia aos eventos como namorada mesmo. Se eu me esquivasse, seria pior. Sabia que recebia críticas, mas eu sempre fui muito cabeça feita. As opiniões dos outros não me interessava”.

Por outro lado, uma fonte contou ao UOL que o namoro entrou em crise por conta de ciúmes “Ele quebrou o pau com a Carol por causa das fotos de biquíni que ela postava no Instagram. Também passou a implicar com as roupas justas usadas pela menina e fez várias cenas de ciúmes”. Ao ser perguntada se era verdade a informação, Carol não quis entrar em detalhes e se limitou: “Ele queria me podar”.

Quando questionada se estava apaixonada pelo dirigente, ela respondeu ”Estava me envolvendo, porque tínhamos muitas afinidades. Tudo foi maravilhoso nesse início e até poderia cair na rotina mais para a frente, mas não posso me queixar de nada. O problema mesmo foi profissional. Eu queria fazer as minhas coisas e ele não curtia”.