Juju Salimeni abre jogo sobre crises de pânico e depressão: 'durou muito tempo'

Juju Salimeni abre jogo sobre crises de pânico e depressão: 'durou muito tempo'

Por Portal do Holanda

31/07/2020 21h40 — em Famosos & TV

Foto: Reprodução

Juju Salimeni conversou com seguidores nesta sexta-feira (31) sobre saúde mental. A musa fitness contou como descobriu que estava com depressão após sofrer com crises de pânico.

"Eu passei por depressão, ansiedade e crises de pânico. Começou com crises de ansiedade por causa de estresse, depois foi desenvolvendo para uma síndrome do pânico, que durou por muito tempo, e quando eu dei por mim eu já estava com depressão", disse. "Desde então eu faço acompanhamento psiquiátrico, tomo remédio para ansiedade todos os dias, controlo isso e vivo normalmente.". 

Aras bate boca com procuradores que criticaram fala sobre Lava Jato https://www.portaldoholanda.com.br/aras/aras-bate-boca-com-procuradores-que-criticaram-fala-sobre-lava-jato

"Eu não sabia que era depressão, eu não entendia muito bem o que acontecia comigo. Eu tinha um cansaço extremo, eu acordava cansada, eu só fazia as minhas tarefas por obrigação", contou ela, que disse que entrou na fase pior há mais ou menos quatro anos. A primeira crise de pânico, no entanto, aconteceu 10 anos atrás. 

Sobre a depressão, ela explica: "Eu não fazia nada com prazer e tinha um sono absurdo. Eu fazia as coisas e voltava para casa. Saia para trabalhar e não via a hora de chegar em casa para deitar na cama. O único momento que eu me sentia tranquila era na cama e no escuro." . 

"Pessoas que talvez me encontraram alguns anos atrás tiveram uma impressão ruim de mim, mas era porque eu realmente tinha um problema muito grande para encontrar e lidar com pessoas", completou. "Eu ia para um evento e tinha 300 pessoas para tirar foto e aquilo era muito difícil para mim porque eu não queria ver e nem encontrar as pessoas. Muitas vezes eu não consigo disfarçar, eu transpareço muito o que eu estou sentindo". 

Juju também explicou que isso acarretou em problemas com pessoas de convivência diária: "Não entendiam isso que eu passava, que não entendiam que eu estava bem.". "Muitas das pessoas que estão próximas da gente são as que fazem a gente acreditar que somos problema, então a gente não entende. "O problema não é você, você simplesmente está em uma condição diferente da que você deveria estar. É uma doença e precisa ser tratada com respeito, medicamentos e profissionais", afirmou.

 

+ Famosos & TV