Para jornalistas, Patrícia Poeta foi irônica com William Bonner em despedida

Por Portal do Holanda

01/11/2014 20h53 — em Brasil

Para jornalistas da Globo, Patrícia Poeta foi irônica ao reverenciar William Bonner como editor-chefe do telejornal em sua despedida da bancada do Jornal Nacional, na noite desta sexta (31). Patrícia também teria sido irônica ao afirmar que "aprendeu" muito com o marido de Fátima Bernardes nos três anos em que esteve no principal telejornal do país.

Patrícia lembrou duas vezes que Bonner é o editor-chefe do jornalístico. "Você como editor-chefe do Jornal Nacional sabe mais do que qualquer um de nós", disse ao introduzir sua despedida, lembrando das grandes coberturas das quais participou. Logo em seguida, Bonner citou que Patrícia ancorou a cobertura da renúncia do papa Bento 16. "Muito bem lembrado, editor-chefe do jornal, né?", respondeu a jornalista, apontando para o chefe.

Como editor-chefe do Jornal Nacional, Bonner não facilitou a vida de Patrícia Poeta nos últimos três anos. Ele sempre lembrava que tem esse cargo ao dar broncas na colega. Nos bastidores do Jornal Nacional, são célebres as reclamações de Bonner quanto ao desempenho de Patrícia. Bonner é apontado como um dos pivôs da queda de Patrícia, anunciada em setembro.

Dois outros fatos teriam pesado na decisão da Globo de afastá-la do JN: o desempenho sofrível nas rodadas de entrevistas com os presidenciáveis, em agosto, e a tentativa de comprar um apartamento de R$ 23 milhões de um personagem envolvido em escândalo político. Oficialmente, a Globo diz que a saída de Patrícia Poeta do JN, agora em 2014, já estava acertada desde que ela foi promovida para a bancada, em dezembro de 2011.