Novo ministro da Educação é acusado de plágio em tese mestrado após polêmica com doutorado

Por Portal do Holanda

27/06/2020 18h27 — em Brasil

Foto: Agência Senado

O ministro da Educação, Carlos Alberto Decotelli terá sua dissertação para a conclusão de mestrado, submetida a avaliação, para "apurar os fatos referentes à denúncia de plágio”, segundo a A Fundação Getúlio Vargas (FGV) anunciou neste sábado (27).

Decotelli é suspeito de ter cometido plágio no trabalho apresentado em 2008 para a conclusão de um mestrado em Administração na instituição. Em nota, a FGV afirma que caso seja confirmado algum "procedimento inadequado", serão tomadas medidas administrativas e judiciais contra o novo ministro.

Decotelli ainda não se pronunciou sobre o caso.

Na última semana, o ministro foi desmentido pelo reitor da Universidade Nacional de Rosário, na Argentina, onde cursou Administração. o reitor argentino confirmou que Decotelli cursou o doutorado na Faculdade de Ciências Econômicas, mas a tese, a conclusão do curso que ele apresentou, não foi aprovada. Assim, o ministro não conseguiu o título, ou seja, não é doutor, como é afirmado em seu currículo. Após a fala do reitor, o currículo do ministro foi alterado.

 


O Portal do Holanda foi fundado em 14 de novembro de 2005. Primeiramente com uma coluna, que levou o nome de seu fundador, o jornalista Raimundo de Holanda. Depois passou para Blog do Holanda e por último Portal do Holanda. Foi um dos primeiros sítios de internet no Estado do Amazonas. É auditado pelo IVC e ComScore.

+ Brasil