Siga o Portal do Holanda

Em entrevista ao Fantástico

‘Não teve impulso por parte do Presidente’, diz Moro sobre agenda anticorrupção

Publicado

em

Foto: Reprodução/ TV Globo Foto: Reprodução/ TV Globo
Foto: Reprodução/ TV Globo

Em entrevista ao Fantástico, neste domingo (24), o ex-ministro Sergio Moro afirmou que a agenda anticorrupção não teve impulso por parte de Bolsonaro.

"Eu ingressei no governo e dei entrevista ao Fantástico, dizendo que tinha compromisso no combate à corrupção, à criminalidade, ao crime organizado. Em parte, isso foi realizado. Me desculpem aqui os seguidores do presidente, se essa é uma verdade inconveniente, mas essa agenda anticorrupção não teve um impulso por parte do presidente da República para que implementássemos”, disse.

E continuou: “Não houve um empenho do Planalto para que o Coaf fosse mantido no MJ. Essa interferência na PF, a meu ver, ela vem num contínuo, em que eu vi essa agenda anticorrupção ser cada vez mais esvaziada. Agora, vimos essas ameaças de políticos que não têm um histórico positivo. É certo que é preciso ter alianças no parlamento. Acabei entendendo que não faz sentido permanecer no governo. Na minha percepção, o governo se valeu da minha imagem, de combate à corrupção, e o governo não está fazendo isso”.

O ex-ministro deixou o cargo no dia 24 de abril acusando o presidente de querer interferir na Polícia Federal.

"Eu acho que a minha lealdade ao próprio presidente demanda que eu me posicione com a verdade, com o que eu penso, e não apenas concordando com o presidente. Se for assim, não precisa de um ministro; precisa de um papagaio”, concluiu.

 

Já leu estas ?

Para compartilhar este conteúdo, utilize o link ou as ferramentas oferecidas na página. Textos, fotos, artes e vídeos do Portal do Holanda estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral.

Copyright © 2006-2020 Portal do Holanda.