Juiz nega pedido de mulher chamada Dilma para trocar de nome após ser vítima de bullying

Por Portal do Holanda

03/09/2019 3h25 — em Brasil

Uma mulher chamada Dilma foi até a Justiça de São Paulo tentar trocar de nome, mas o pedido foi negado. Vítima de bullying, o nome dela é associado ao da ex-presidente do Brasil Dilma Rousseff.

De acordo com o UOL, na decisão ao qual o BBC News teve acesso, o juiz considerou que a principio não se trata de um nome notoriamente vexátorio: "a exposição negativa de personagem pública não autoriza alteração de prenome”, dizia o documento.

A mulher deverá recorrer da decisão segundo a advogada.