Compartilhe este texto

Botafogo só empata com o Cruzeiro e dá adeus à disputa de título brasileiro

Por Folha de São Paulo

03/12/2023 20h00 — em
Brasil


Foto: Vitor Silva / Botafogo

SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) - Botafogo e Cruzeiro empataram em 0 a 0 na noite deste domingo (3), no Estádio Nilton Santos, no Rio de Janeiro, pela 37ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Com o resultado, o Botafogo está matematicamente fora da disputa pelo título brasileiro. Além disso, com a vitória do Grêmio, a equipe também deixou o G-4 do Brasileirão.

Ao final do jogo, a torcida do Botafogo não poupou vaias ao time. O Botafogo chegou a marca de 10 jogos sem vitória no Brasileirão.

A equipe também não vence sob seus domínios desde o dia 27/08, há mais de três meses, quando derrotou o Bahia.

O Botafogo é o 5º colocado com 64 pontos, um a menos que o Grêmio, primeiro time no G-4.

Por outro lado, o empate garantiu a permanência do Cruzeiro na primeira divisão. A equipe é a 14ª colocada com 46 pontos e contou com a ajuda do América, que venceu o Bahia, primeiro time na zona de rebaixamento.

Na última rodada do Brasileirão, nesta quarta-feira (6), o Botafogo visita o Internacional, no Beira-Rio, às 21h30 (de Brasília). No mesmo dia e horário, o Cruzeiro recebe o Palmeiras no Mineirão

COMO FOI O JOGO

Os primeiros 15 minutos da partida foram pouco movimentados e equilibrados. O Cruzeiro ficou mais com a bola, mas não conseguia chegar dentro da área. Por outro lado, o Botafogo tentava explorar as jogadas pelo lado do campo, mas não obteve sucesso.

O jogo não mudou muito após os 15 minutos. O Botafogo teve apenas uma finalização ao gol com Tiquinho Soares, mas, após isso, não conseguiu criar muitas oportunidades. Por sua vez, o Cruzeiro manteve o controle do meio-campo, mas não teve uma chance clara.

O segundo tempo começou mais aberto do que o primeiro. Tiago Nunes colocou mais um atacante no time tentando deixar a equipe mais ofensiva. No entanto, o Botafogo teve dificuldades para criar e as melhores chances foram do Cruzeiro, que soube se defender.

O Botafogo melhorou e começou a ocupar mais o campo de ataque após as mexidas de Tiago Nunes. No entanto, com um time mais ofensivo, a equipe começou a ceder muitos espaços para o Cruzeiro contra-atacar, porém a equipe celeste não aproveitou.

LANCES DE DESTAQUE

Na pontinha do dedo: Aos 17 minutos do primeiro tempo, após a bola ser jogada para dentro da área, Tiquinho dominou bonito, girou e bateu para bela defesa de Rafael.

Segura firme: O Cruzeiro saiu em um contra-ataque rápido pela esquerda. Arthur Gomes recebeu, gingou em cima da marcação e bateu da entrada da área para defesa de Perri.

Que bomba: Lucas Silva cobrou uma falta de muito longe direto para o gol, mas Lucas Perri espalmou.

Muralha: Logo no primeiro minuto da segunda etapa, Matheus Pereira recebeu fora da área e bateu para defesa de Perri. No rebote, o próprio Matheus finalizou, mas Perri defendeu de novo.

Perdeu: Após uma boa troca de passes, Gabriel Pires fez belo cruzamento para Carlos Alberto, mas o atacante cabeceou para fora.

Estádio: Nilton Santos, no Rio de Janeiro

Público: 15.462

Competição: 37ª rodada do Campeonato Brasileiro

Árbitro: Wilton Pereira Sampaio

Assistentes: Nailton Junior de Sousa Oliveira e Leone Carvalho Rocha

VAR: Rodolpho Toski Marques

Cartões amarelos: Danilo Barbosa, Gabriel Pires, Adryelson, Diego Costa (BOT); Palacios, Neris, Luciano Castán (CRU)

Cartões vermelhos: Nenhum

Gols: Nenhum

 

BOTAFOGO

Lucas Perri, Danilo Barbosa, Adryelson, Victor Cuesta; Tchê Tchê, Marlon Freitas (Carlos Alberto), Gabriel Pires (Nilton), Victor Sá; Júnior Santos (Janderson), Tiquinho Soares (Hugo), Luis Henrique (Diego Costa). T.: Tiago Nunes

 

CRUZEIRO

Rafael Cabral, Palacios, Neris, Luciano Castán, Marlon; Ian Luccas (Mateus Vital), Lucas Silva (João Marcelo), Japa; Matheus Pereira (Niikão), Bruno Rodrigues (Joao Pedro), Arthur Gomes (Robert). T.: Paulo Autuori


Siga-nos no
O Portal do Holanda foi fundado em 14 de novembro de 2005. Primeiramente com uma coluna, que levou o nome de seu fundador, o jornalista Raimundo de Holanda. Depois passou para Blog do Holanda e por último Portal do Holanda. Foi um dos primeiros sítios de internet no Estado do Amazonas. É auditado pelo IVC e ComScore.

ASSUNTOS: Brasil

+ Brasil