Governo e Prefeitura lamentam morte de Phelippe Daou e decretam luto em Manaus

Por

14/12/2016 16h01 — em Amazonas

Manaus/AM- O governador do Amazonas, José Melo, manifestou seu pesar e solidariedade aos familiares, amigos e colaboradores do jornalista e empresário Phelippe Daou, fundador e presidente da Rede Amazônica de Rádio e Televisão. Pioneiro da comunicação no Estado, Daou faleceu nesta quarta-feira, 14 de dezembro, aos 87 anos, no Hospital Sírio Libanês, em São Paulo, vítima de falência múltipla dos órgãos. Pela perda, o Governo do Estado decreta luto oficial de três dias. 

“O Amazonas perde hoje um de seus mais notáveis cidadãos. Homem de fé que deixa um legado de trabalho e exemplo a todos nós. A sua perda deixa uma lacuna significativa na sociedade amazonense”, declarou o governador.

Em nota o prefeito Arthur Virgílio Neto, também lamentou, em nome de todos os servidores da Prefeitura de Manaus, pelo falecimento do jornalista. 

“E eu queria fazer um registro da figura humana e modesta de Phelippe Dou, além de seu sentimento de amor pela Amazônia. Ele se imortaliza no momento em que morre”, declarou. O prefeito Arthur Neto declarou luto oficial de sete dias no Município. 

 


+ Amazonas