Siga o Portal do Holanda

Ele alega inocência

Foto coloca suspeito de matar turista na cena do crime em Arraial do Cabo

Publicado

em

Foto: Divulgação Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

Coronavírus já pode estar dentro de casa


A polícia de São Paulo conseguiu prender nessa sexta-feira (14), Mateus Augusto da Silva, 22. O rapaz é o principal suspeito de matar a turista catarinense Fabiane Fernandes em uma trilha em Arraial do Cabo no último dia 18 de novembro.

Matheus foi preso em uma clínica psiquiátrica em São Paulo, e nega a autoria do crime. Ele confirma que estava no Rio, mas não no local onde onde a mulher foi brutalmente assassinada.

Contudo, uma foto feita por trilheiros um dia antes do desaparecimento da empresária, mostra que Matheus não só esteve no caminho, como ficou acampado exatamente no ponto onde o corpo foi encontrado dois dias depois.

Em depoimento a polícia, Augusto que segundo a mãe sofre de transtorno bipolar, viajou para Campinas há cerca de 30 dias para a casa de amigos. Na cidade ele teria conhecido uma hippie e seguido com ela para o Rio, porém durante a viagem o relacionamento acabou e Matheus acabou desaparecendo por dias.

Ele disse que procurou se isolar por conta da decepção amorosa, mas nega que tenha encontrado ou matado a turista. Mateus declara que os exames periciais vão provar a inocência dele e que espera que a vida volte ao normal novamente.

Segundo a polícia, Fabiane teve a vida interrompida na trilha do Pontal do Atalaia. A perícia confirmou que ela foi estuprada e teve todos os ossos da face quebrados antes de morrer por traumatismo cranioencefálico. Todos os pertences dela estavam na área onde ela foi encontrada o que aponta que a turista não foi vítima de latrocínio, já que nada foi levado.

Para compartilhar este conteúdo, utilize o link ou as ferramentas oferecidas na página. Textos, fotos, artes e vídeos do Portal do Holanda estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral.

Copyright © 2006-2019 Portal do Holanda.