Compartilhe este texto

Relembre os crimes do traficante L7, filho de Zé Roberto, degolado por 20 homens no Amazonas

Por Portal do Holanda

23/06/2022 12h10 — em
Amazonas


Foto: Portal do Holanda

Manaus/AM - Na madrugada desta quinta-feira (23), o traficante Luciano Barbosa, de 32 anos, conhecido como L7 e filho do narcotraficante Zé Roberto da Compensa, foi brutalmente assassinado e teve a cabeça degolada por 20 criminosos armados.

L7 é conhecido pela extensa ficha criminal, que incluiu execuções de rivais e tráfico internacional de drogas. Ele também é um dos líderes da antiga Família do Norte (FDN), agora Cartel do Norte (CDN). Relembra alguns dos crimes.

Em 2013, o Polícia Civil do Amazonas registrou as prisões em flagrante de Luciano da Silva Barbosa, 24, e Matheus Pereira da Silva, 19, por porte ilegal de arma de fogo de uso restrito e porte ilegal de arma de fogo de uso permitido respectivamente, da Lei nº 10.826/03), e Rodrigo de Abreu de Moraes, 29, em cumprimento de mandado de prisão preventiva.

Em março de 2014, foi preso novamente por suspeita de ter comandado a morte do delegado Oscar Cardoso de dentro da cadeia.

Em 2015, a Polícia Federal informou que estava investigando oito famílias controlavam o tráfico no Amazonas. Na ocasião, foi divulgado que Luciano da Silva Barbosa, era um dos responsáveis pela distribuição da droga.

Já em 2016, Luciano foi preso no dia 16 se setembro, no campo de futebol do Centro Social Urbano localizado no bairro da Compensa, zona Oeste de Manaus.

De acordo com a Polícia Civil, Luciano foi preso em cumprimento a mandado de prisão preventiva expedido no dia 6 de novembro de 2015. Ele era um dos alvos da operação “La Muralla” deflagrada pela Polícia Federal para desarticular uma facção criminosa.

Em 2021, Luciano da Silva foi preso, também em setembro, durante cumprimento de mandado de prisão em Manaus. Ele era apontado como mandante de vários homicídios na capital.

A Facção

A facção criminosa FDN  foi fundada pelo pai do criminoso, o Zé Roberto, junto com outros narcotraficantes, João Branco e Gelson Carnaúba, que atualmente são ex-aliados.



O Portal do Holanda foi fundado em 14 de novembro de 2005. Primeiramente com uma coluna, que levou o nome de seu fundador, o jornalista Raimundo de Holanda. Depois passou para Blog do Holanda e por último Portal do Holanda. Foi um dos primeiros sítios de internet no Estado do Amazonas. É auditado pelo IVC e ComScore.

ASSUNTOS: Amazonas

+ Amazonas