Alejandro Valeiko chega à delegacia para depor sobre morte de engenheiro em Manaus

Por Portal do Holanda

07/10/2019 12h01 — em Policial

 

 

Manaus/AM - Alejandro Valeiko, suspeito de envolvimento na morte dos engenheiro Flávio Rodrigues, chegou a Manaus e já está na Delegacia de Homicídios e Sequestro (DEHS) para prestar depoimento.

O advogado Marco Aurélio Choy disse à imprensa que Alejandro é o principal interessado em esclarecer os fatos e que ele vai passar por exames médicos e somente depois disso será determinado se ele irá cumprir prisão domiciliar ou ficará preso igual aos demais suspeitos.

Choy ressaltou ainda que Alejandro foi o primeiro a prestar esclarecimentos antes de viajar ao Rio de Janeiro na segunda-feira (30) para fazer o tratamento já que tem problemas com o uso de drogas. O presidente da OAB disse ainda que “quem matou vai ter que pagar” e ainda não sabe o destino de Alejandro após o depoimento.

O rapaz desembarcou no Aeroporto Eduardo Gomes por volta das 11h, acompanhado de seus advogados de defesa Marco Aurélio Choy e Yuri Dantas. Nesse domingo (6) a desembargadora Joana dos Santos Meirelles determinou o prazo de 24h para que Alejandro prestasse esclarecimentos sobre os fatos da noite do crime.


Foto: Pedro Braga Jr. / Portal do Holanda

Ela ainda concedeu prisão domiciliar a ele, levando em consideração um laudo médico que atesta que Valeiko sofre de transtornos psiquiátricos. Além dele, outros cinco suspeitos foram presos e já foram ouvidos na Delegacia de Homicídios e Sequestros (DEHS).

Flávio foi encontrado morto na última segunda-feira (30) em um terreno no bairro Tarumã após participar de uma festa no condomínio Passaredo na Ponta Negra. Ele foi morto com seis facadas e jogado no bairro vizinho.

Familiares de Flávio estiveram na delegacia protestando e pedindo por justiça, mas não quiseram falar com a imprensa.


Foto: Pedro Braga Jr. / Portal do Holanda


Foto: Pedro Braga Jr. / Portal do Holanda

 


O Portal do Holanda foi fundado em 14 de novembro de 2005. Primeiramente com uma coluna, que levou o nome de seu fundador, o jornalista Raimundo de Holanda. Depois passou para Blog do Holanda e por último Portal do Holanda. Foi um dos primeiros sítios de internet no Estado do Amazonas. É auditado pelo IVC e ComScore.

+ Policial