Compartilhe este texto

Conheça as cinco doenças bucais mais comuns e como evitá-las

Por Portal Do Holanda

13/06/2024 14h27 — em
Saúde e Bem-estar


Foto: Reprodução Pixabay

A boca desempenha funções importantes para a saúde geral do corpo, influenciando desde a fala até a mastigação e a respiração, além de ser a principal entrada para microrganismos.

Por isso, manter uma boa higiene bucal é essencial para reduzir doenças. “A boca é uma área úmida, e por isso a proliferação de bactérias acontece rapidamente, e ao deglutirmos estamos levando estas bactérias para dentro do nosso organismo”, resume o cirurgião dentista, Dr. Victor Nastri.

Estimativas da Organização Mundial de Saúde (OMS) apontam que 3,5 bilhões de pessoas no mundo sofrem com doenças bucais, o equivalente a quase metade da população mundial. Algumas das doenças orais mais comuns incluem cáries, gengivite, mau hálito e tártaro, sendo que todas podem acometer pessoas das mais diversas idades, incluindo crianças, adolescentes, adultos e idosos.

De acordo com o Dr. Victor Nastri, os problemas bucais mais comuns podem ser evitados por meio de uma higienização oral adequada. “Os tratamentos têm uma alta taxa de sucesso, especialmente quando detectados precocemente", finaliza.

Abaixo, o especialista destaca eles:

Cáries Dentárias: As cáries são uma das preocupações mais prevalentes em saúde bucal. Elas ocorrem quando as bactérias na placa bacteriana transformam os açúcares dos alimentos em ácidos que corroem o esmalte dos dentes. Para prevenir cáries, é fundamental praticar uma boa higiene bucal, incluindo escovação regular, uso de fio dental e visitas regulares ao dentista para exames e limpezas.

Gengivite: A gengivite é uma inflamação das gengivas causada pela acumulação de placa bacteriana ao longo da linha da gengiva. Os sintomas incluem gengivas vermelhas, inchadas e sangrando durante a escovação. Para tratar a gengivite, é essencial melhorar a higiene bucal, incluindo uma técnica adequada de escovação e uso de enxaguantes bucais antimicrobianos. Em casos mais graves, pode ser necessário tratamento profissional.

Periodontite: Se a gengivite não for tratada, pode progredir para periodontite, uma condição mais grave que afeta os tecidos de suporte dos dentes. Além dos sintomas da gengivite, a periodontite pode causar recuo gengival, mau hálito persistente e até mesmo perda dentária. O tratamento envolve uma limpeza profissional para remover a placa bacteriana e, em alguns casos, cirurgia periodontal.

Cárie Radicular: Esta é uma cárie que se desenvolve na raiz do dente, muitas vezes devido à exposição das raízes devido à retração gengival. A prevenção é semelhante à das cáries convencionais, mas o tratamento pode exigir procedimentos específicos, como restaurações de resina ou tratamento de canal.

Mau Hálito (Halitose): O mau hálito pode ser causado por várias razões, incluindo cáries, gengivite, dieta inadequada e má higiene bucal. Para combater o mau hálito, é importante manter uma boa higiene bucal, incluindo escovação da língua, uso de fio dental e enxaguantes bucais. Em alguns casos, pode ser necessário consultar um profissional de saúde bucal para identificar e tratar a causa subjacente.
 
“Lembramos que a prevenção é a chave para manter uma boca saudável. Ao reconhecer os sinais precoces de problemas bucais e buscar tratamento adequado, podemos garantir não apenas um sorriso bonito, mas também uma melhor saúde geral”, finaliza Nastri.


Siga-nos no
O Portal do Holanda foi fundado em 14 de novembro de 2005. Primeiramente com uma coluna, que levou o nome de seu fundador, o jornalista Raimundo de Holanda. Depois passou para Blog do Holanda e por último Portal do Holanda. Foi um dos primeiros sítios de internet no Estado do Amazonas. É auditado pelo IVC e ComScore.

ASSUNTOS: Saúde e Bem-estar

+ Saúde e Bem-estar