Vídeo de celular mostra mulher comandando execução em Manaus

Por Portal do Holanda

31/07/2014 11h47 — em Policial

(Imagem: Pedro Braga/Freelancer Portal do Holanda)

Com a prisão de Luciana Ferreira da Silva, 34, acusada pelo latrocínio (roubo seguido de morte) no Condomínio Jardim Europa, na Ponta Negra, outros crimes foram revelados.

No celular de Luciana, além do símbolo da FDN na tela do dispositivo, também havia um vídeo que mostra a execução de um comparsa que conforme a acusada teria tentado enganar o grupo e levado dinheiro a mais de um assalto.

No vídeo, a vítima aparece de joelhos em um ramal enquanto Luciana prepara a arma para atirar friamente na cabeça do desafeto. A primeira arma falha por três vezes, até que ela pega uma segunda e executa o homem com um tiro na cabeça. Um outro elemento completa a ação disparando outros tiros na cabeça do rapaz morto.

 

>>>VEJA AQUI A MATÉRIA SOBRE ESTA EXECUÇÃO DO VÍDEO<<<

“Ele me deu uma coronhada, levou o dinheiro e ainda estuprou uma menina de 12 anos” disse Luciana buscando justificar a ação.

Conforme o delegado Paulo Martins, pela frieza e crueldade desta morte, tudo indica que outras execuções já podem ter sido realizadas por Luciana. “Ela cria um ambiente que dê a entender que a execução tenha sido realizada por policiais”, disse afirmando ainda que o vídeo serviria não somente como um troféu, mas para comprovação diante de algum traficante sobre uma morte que pode ter sido encomendada.

Alguns profissionais da imprensa especializados na cobertura de assuntos policiais chegaram a cogitar que o vídeo seja uma forma de Luciana subir de “status" dentro da facção criminosa Família do Norte (FDN).