Delegado deixa caso Marielle Franco após mudanças na Polícia Civil do RJ

Por Portal do Holanda

18/09/2020 1h42 — em Policial

(Foto: Reprodução)

A Polícia Civil do Rio de Janeiro está passando por mudanças nos cargos da alta cúpula, e em decorrência disso, o delegado Daniel Rosa, titular na Delegacia de Homicídios da Capital (DH) será substituído pelo delegado que chefiava a Delegacia de Homicídios da Baixada Fluminense, Moisés Santana. Rosa comandava as investigações sobre a morte da vereadora Marielle Franco e do motorista Anderson Gomes, que ocorreu no dia 14 de maio de 2018.

De acordo com o Sistema Globo, o novo secretário de Polícia Civil do Estado, Allan Turnowski garantiu que as mudanças seguiram critérios técnicos, sem interferência política.

"Não há interferência política . A mudança é técnica. Não haverá prejuízo para a investigação. Além disso, o Ministério Público do Rio está acompanhando o caso, que é um dos mais importantes que temos. A minha experiência de mais de 24 anos de polícia mostra que haverá um novo olhar sobre o caso", justificou Turnowski.

Daniel Rosa assumiu o cargo em março de 2019.