Compartilhe este texto

Atirador diz que foi contratado por R$ 5 mil para matar servidor do TCE-AM

Por Portal Do Holanda

04/12/2023 12h52 — em
Policial


 Hewerton Kauan Oliveira Cavalcante - Foto: Jander Robson/Portal do Holanda

Manaus/AM - Hewerton Kauan Oliveira Cavalcante, 18, preso pela morte do servidor do do Tribunal de Contas do Estado (TCE-AM), Erwin Rommel Godinho,  Rodrigues, 54, confessou o crime e disse que foi contratado por outra pessoa.

De acordo com Hewerton, o acordo é de que ele receberia R$ 5 mil pelo assassinato de Erwin, porém, o pagamento não chegou a ser feito. Ele não contou o que teria dado errado para não receber o dinheiro.

O acusado disse ainda que não sabe quem ordenou a execução e também não tem conhecimento da motivação do crime. A polícia, porém, acredita que Hewerton tem essas informações, mas não quer colaborar.

“Ele diz que foi contratado para isso, mas que não sabe quem o contratou, mas a gente acha, obviamente que ele está contando uma mentira”, diz o delegado Ricardo Cunha.

Ele afirma que a polícia apura algumas linhas de investigação, mas que ainda não há clareza no que pode ter motivado à morte encomendada de Erwin.

“Nós já temos o atirador, ele se coloca na cena do crime, mas acerca da motivação e outros participantes do crime, isso vai ficar para a segunda fase das investigações”, diz Cunha.

Sobre a dinâmica do crime, Hewerton disse apenas que chegou mais cedo ao local onde Erwin estava almoçando, observou a movimentação e esperou o momento mais oportuno para o atacar.

O servidor foi baleado seis vezes pelo acusado, um dos disparos atingiu o coração da vítima e a levou a óbito no hospital.

Imagens de câmeras de segurança ajudaram a polícia a identificar o suspeito. As investigações seguem para prender o mandante.

 


Siga-nos no
O Portal do Holanda foi fundado em 14 de novembro de 2005. Primeiramente com uma coluna, que levou o nome de seu fundador, o jornalista Raimundo de Holanda. Depois passou para Blog do Holanda e por último Portal do Holanda. Foi um dos primeiros sítios de internet no Estado do Amazonas. É auditado pelo IVC e ComScore.

ASSUNTOS: Policial

+ Policial