Siga o Portal do Holanda

Roubaram mais de R$ 1 milhão

Presidiários usam anúncios de venda de carro na OLX e aplicam golpes em 30 pessoas em Manaus

Publicado

em

Foto: Divulgação

Manaus/AM - Uma operação da Polícia Civil denominada “Falsários”, prendeu 16 pessoas que integravam um esquema criminoso de anúncios falsos de compra e venda no site OLX que fez mais de 200 vítimas em oito estados do país, entre eles o Amazonas. Aqui ao menos 30 pessoas foram lesadas, o valor pago elas ultrapassa R$ 1 milhão.

O curioso é que os envolvidos são detentos de um presídio localizado em Rondonópolis, no Mato Grosso e operavam todo o esquema de lá. Segundo os delegados Guilherme Torres e Demetrius Queiroz, os internos fraudavam anúncios no site para agirem como intermediadores durante as negociações e aplicavam golpes em compradores e vendedores de carros na internet.

Durante o cumprimento dos mandados de busca e apreensão, foram apreendidos R$ 1 mil em espécie, documentos, celulares, caderno contendo anotações do esquema ilícito e dezenas de chips de celular. A quadrilha tinha, ainda, o suporte de duas mulheres, parentes dos infratores, que eram responsáveis por operar as movimentações financeiras.

“Um usuário anuncia o veículo no valor de R$ 50 mil, por exemplo, um criminoso entra em contato com o vendedor de boa fé, e diz que tem interesse e pede que ele retire do ar o anúncio. Em seguida o criminoso coluna o anúncio e passa a vender o carro como se fosse dele. Aparece um comprador de boa fé e a partir dai o criminoso inicia uma negociação com as duas partes dizendo pra o vendedor originário que está mandado um parente olhar o carro. Ele entra em contato com o comprador e diz pra ele olhar o veículo, mas não diga nada sobre o valor porque o carro está com um primo”, explica Demetrius.

Depois que a vítima gosta do veículo, ela faz o depósito, porém, a conta é do estelionatário e acaba perdendo o dinheiro. Três mandados de busca e apreensão também foram cumpridos durante o trabalho em conjunto da PC do Amazonas com a polícia de Mato Grosso. Os bens apreendidos serão recalculados e o valor será dividido para que as vítimas possam ter ao menos parte do prejuízo seja ressarcido.

 

O Fantástico, o caso Valeiko e a frustração dos que queriam 'incendiar' Manaus

Para compartilhar este conteúdo, utilize o link ou as ferramentas oferecidas na página. Textos, fotos, artes e vídeos do Portal do Holanda estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral.

Copyright © 2006-2019 Portal do Holanda.