Siga o Portal do Holanda

Policial

No Amazonas, enfermeiro suspeito de violentar criança já respondia por outro estupro

Publicado

em

Foto: Reprodução Redes sociais

Manaus/AM - O enfermeiro do município de Atalaia do Norte que teria estuprado uma menina dentro de um hospital teve a prisão preventiva decretada.

A criança estava internada na Hospital São Sebastião onde o profissional trabalhava e era acompanha da mãe. O homem teria aproveitado o momento que a mulher foi ao banheiro para cometer o crime.

Quando ela voltou, já o encontrou abotoando a calça. Ao perceber que a filha tinha sido violentada, ela começou a gritar por ajuda, mas o suspeito conseguiu fugir.

A criança entrou em crise de convulsões e morreu nessa quarta-feira (18), horas depois do crime. O corpo dela foi enterrado hoje, no Cemitério São João, em Atalaia do Norte.

Os exames de necropsia comprovaram que o estupro foi anal, mas ainda não é possível dizer se ela morreu por conta da violência ou do problema pelo qual ela estava internada.

De acordo com a Polícia Civil, o suspeito já tinha ficha criminal e respondia pelo mesmo crime, estupro de vulnerável. O caso teria ocorrido em 2017, no município de Iranduba.

A polícia não informou se ela estava foragido ou em liberdade, nem deu detalhes do andamento do processo. O enfermeiro está preso e foi detido na casa da irmã, em Atalaia.

A greve perto do fim, mas quem está resolvendo a 'bronca' não é o governador

Para compartilhar esteconteúdo, utilize o link ou as ferramentas oferecidas na página. Textos, fotos, artes e vídeos do Portal do Holanda estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral.


Copyright © 2006-2019 Portal do Holanda.