Siga o Portal do Holanda

Perna amputada

Após 50 anos, homem vai receber indenização por explosão das caldeiras da Santa Casa

Publicado

em

Foto: Divulgação / CMM Foto: Divulgação / CMM
Foto: Divulgação / CMM

O que o governador Wilson Lima não pode controlar


Manaus/AM - Fausto Bivaqua, de 62 anos, vítima da explosão das caldeiras da Santa Casa de Misericórdia de Manaus quanto tinha apenas 11 anos de idade vai ser indenizado 50 anos depois do acidente. O homem teve as duas pernas lesionadas e hoje em dia anda com dificuldade por conta da amputação da perna direita.

Em 1970, as caldeiras da lavanderia da Santa Casa explodiram resultando na morte de três pessoas e outras 15 ficaram feridas. Foram três grandes explosões que ocorreram no local com pedras do prédio sendo jogadas por várias ruas do Centro de Manaus. As explosões marcaram a capital na época, tanto, que o Bar Caldeira recebeu este nome devido a esta tragédia. Antes o nome do estabelecimento era Bar Nossa Senhora dos Milagres. 

Pagamento 

De acordo com o interventor judicial da Santa Casa, Tiago Queiroz, o pagamento da indenização do senhor Fausto Bivaqua vai ser realizado em cerimônia no próximo dia 11 de março, no auditório da Federação das Indústrias do Estado do Amazonas - Fieam, na Avenida Joaquim Nabuco, n 1919, no bairro Centro. 

O dinheiro destinado para o pagamento da indenização foi garantido com a venda do prédio da Santa Casa de Misericórdia, durante leilão judicial ocorrido em novembro de 2019.




Para compartilhar este conteúdo, utilize o link ou as ferramentas oferecidas na página. Textos, fotos, artes e vídeos do Portal do Holanda estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral.

Copyright © 2006-2019 Portal do Holanda.