Atriz Ellen Page confronta Bolsonaro sobre homofobia; assista

Por Portal do Holanda

11/03/2016 19h20 — em Famosos & TV

 

Ellen Page, que gravou parte do seu documentário "Gaycation", no Rio de Janeiro em 2015, apareceu confrontando Jair Bolsonaro em um novo vídeo divulgado pela série. 

Sabendo da fama do deputado federal por seus discursos homofóbicos e machistas, a atriz canadense - que foi indicada ao Oscar em 2007 - sentou frente à frente com o político e citou um artigo do deputado em que ele diz que a homossexualidade deve ser "resolvida" com agressão física quando apresentada na infância. a. "Eu sou gay. Você acha que eu deveria ter apanhado quando criança para não ser gay agora?", questiona Ellen.

O deputado ri e diz que a artista é bonita.  "Se eu fosse cadete da Academia Militar das Agulhas Negras e te encontrasse na rua, eu iria assobiar para você", diz ele. Ellen não acha graça do comentário, e ele continua: "Eu acredito que grande parte dos gays são gays por uma questão comportamental. Quando eu era jovem, existiam poucos gays. Com o passar do tempo, com as liberalidades, drogas, a mulher também trabalhando... Isso aumentou bastante o número de homossexuais".

Bolsonaro diz ainda que acredita que uma criança "desenvolve" a homossexualidade por ser influenciada por outros homossexuais. "Se seu filho começa a andar com certas pessoas que têm certos comportamentos, ele vai ter aquele tipo de comportamento. Ele vai achar que é normal".

Ellen rebate: "E você achando que não é normal, produz todo esse ódio e preconceito, que acabam envergonhando as pessoas, que outros tiram sarro e acabam em uma depressão profunda ou suicídios".

A atriz explica que o deputado não entendeu a ideia e que quem é homoafetivo não quer que heterossexuais virem gays. "Como uma pessoa gay, se eu puder fazer você se sentir melhor com esse medo que você parece ter, eu não quero que alguém que não seja gay vire gay, eu quero que gays que estejam sofrendo no armário com desejo de suicídio, fiquem bem e amem a si mesmos", diz.

O documentário mostra a atriz em diversos países conhecendo a comunidade LGBT, além do Brasil.


O Portal do Holanda foi fundado em 14 de novembro de 2005. Primeiramente com uma coluna, que levou o nome de seu fundador, o jornalista Raimundo de Holanda. Depois passou para Blog do Holanda e por último Portal do Holanda. Foi um dos primeiros sítios de internet no Estado do Amazonas. É auditado pelo IVC e ComScore.

+ Famosos & TV