Amazonas vive 'crise do oxigênio' e registra aumento de 11 vezes no consumo

Por Portal do Holanda

13/01/2021 18h01 — em Amazonas

Foto: FAB

Manaus/AM - A média diária do consumo de oxigênio em unidades de saúde públicas no Amazonas aumentou em mais de 11 vezes, nesta semana, em meio ao novo pico de contágio da Covid-19 no Estado.

Segundo o governador Wilson Lima, o consumo costuma ser de, em média, 5 mil metros cúbicos. Mas na terça-feira (12) foram consumidos  58 mil metros cúbicos. Lima informou sobre o aumento nos números ao acompanhar nesta quarta-feira (13) a chegada de aviões da Força Aérea Brasileira com 6 tanques de oxigênio, chamados isotanques. 

O ministro da Saúde Eduardo Pazuello classificou a situação que a capital vive como “a crise do oxigênio”. Segundo ele, a demanda pelo oxigênio hospitalar já deve estar perto dos 70 mil metros cúbicos por dia. 

Desde a semana passada, as principais produtoras no Estado afirmam que estão operando no limite da sua capacidade, e na ocasião, a procura pelo oxigênio havia aumentado 5 vezes, contra as 11 vezes registradas hoje (13). 

 


O Portal do Holanda foi fundado em 14 de novembro de 2005. Primeiramente com uma coluna, que levou o nome de seu fundador, o jornalista Raimundo de Holanda. Depois passou para Blog do Holanda e por último Portal do Holanda. Foi um dos primeiros sítios de internet no Estado do Amazonas. É auditado pelo IVC e ComScore.

+ Amazonas