Prática de preços abusivos no Amazonas é denunciada na Aleam

Por Portal do Holanda

07/04/2020 15h39 — em Amazonas

Álvaro Campelo denuncia a prática em quatro municípios - Foto: Divulgação/Aleam

Manaus/AM - População de municípios do interior também está sofrendo com a prática de preços abusivos em produtos essenciais em meio à pandemia de  covid-19. A denúncia foi feita na sessão online da Assembleia Legislativa do Estado (Aleam) pelo deputado estadual Álvaro Campelo (Progressistas), nesta terça-feira, dia 7, e engloba mercadinhos, supermercados e farmácias

O parlamentar afirma que tais estabelecimentos estão descumprindo o que determina o Código de Defesa do Consumidor e pede reforço ao Procon Amazonas. “Recebi um ofício da vereadora Vanessa Gonçalves, que preside a Comissão de Defesa do Consumidor da Câmara Municipal de Parintins, pedindo providências, nesse sentido, assim como tenho recebido frequentes denúncias de Maués, Itacoatiara e Coari, que também estão vivendo a mesma realidade. Comerciantes, claro que não todos, estão se valendo desse momento de dificuldade para tirar proveito, infringindo o que determina o Código de Defesa do Consumidor, onde determina que é vedado 'exigir vantagem manifestamente excessiva ao consumidor'. Já conversei com o presidente do Procon-AM, Jalil Fraxe, para que medidas sejam tomadas”, disse Campelo.

Os consumidores que encontrarem sobrepreços de produtos em supermercados e farmácias, devem fazer denúncias ao Procon-AM por meio das redes sociais do órgão; pelos e-mail [email protected]; pelos números 0800 092 1512, (92) 3215-4012, 3215-4015, 3215-4009, 99271-5519 ou pelo site www.procon.am.gov.br.


+ Amazonas