Compartilhe este texto

Acusado de matar esposa e forjar suicídio dela tem nova data de julgamento em Manaus

Por Portal do Holanda

16/11/2021 17h23 — em
Policial


Foto: Portal do Holanda

Manaus/AM -  Está marcado para o próximo dia 2 de dezembro o julgamento Ivan Rodrigues Chagas. Ele é acusado pela Justiça de matar a companheira, Jerusa Helena Torres Nakamine, em abril de 2018. A sessão de julgamento popular, marcada para ocorrer no Fórum Ministro de Justiça Henoch Reis, será presidida pela juíza de Direito Ana Paula de Medeiros Braga Bussulo.

O julgamento estava inicialmente pautada para o dia 20 de setembro deste ano, mas a defesa alegou que o réu estava em tratamento de saúde, fazendo uso, inclusive, de um dreno toráxico, conforme atestados apresentados nos autos, e que não teria condições de participar do julgamento naquela data.

No dia 28 de janeiro de 2020, Ivan Chagas chegou a ser levado a júri popular, mas no segundo dia dos trabalhos em plenário houve o cancelamento da sessão, já na sua fase final, por volta das 20h, porque um dos jurados passou mal, precisou ser socorrido e levado ao pronto-socorro. Foi necessário, então, dissolver o Conselho de Sentença dessa sessão de julgamento.

Naquela data, ainda em plenário, a magistrada que presidia a sessão de julgamento remarcou o júri para 19 de março seguinte. No entanto, em razão da pandemia, que levou à suspensão de toda a pauta de julgamentos do Tribunal do Júri – que exige atividade presencial –, foi adiado.

No último dia 8 de novembro, diante de informações dos advogados da família da vítima, dando conta de que o réu – que responde o processo em liberdade desde fevereiro deste ano – tinha sido filmado circulando pela cidade –, a juíza determinou a inclusão do julgamento na pauta do próximo dia 2 de dezembro.

O crime

Conforme o inquérito policial, Ivan matado Jerusa no dia 12 de abril de 2018, por volta das 05h30, na casa em que moravam, no Conjunto Campos Elíseos, Zona Centro-Oeste de Manaus. De acordo com os laudos periciais constantes dos autos, a vítima foi morta a golpes de faca. “Segundo consta no incluso inquérito policial, o casal se encontrava em processo de separação, com acusações mútuas de traições. Havia considerável patrimônio a ser partilhado. Ainda de acordo com o que consta nos autos, o motivo do crime foi ciúmes e tentativa de obter vantagem econômica ao evitar a partilha de bens”, registra trecho da denúncia oferecida pelo MP.


O Portal do Holanda foi fundado em 14 de novembro de 2005. Primeiramente com uma coluna, que levou o nome de seu fundador, o jornalista Raimundo de Holanda. Depois passou para Blog do Holanda e por último Portal do Holanda. Foi um dos primeiros sítios de internet no Estado do Amazonas. É auditado pelo IVC e ComScore.

ASSUNTOS: Policial

+ Policial