Projeto de construir garagem de R$ 22 milhões é criticado

Por

13/03/2012 11h57 — em Amazonas

O deputado estadual Luiz Castro (PPS)  se posicionou contra  a construção do edifício garagem.  Castro justificou que a obra, orçada em R$ 22 milhões, é desnecessária. Já José Ricardo(PT), suspeita de superfaturamento.

Manaus - O deputado estadual Luiz Castro (PPS)  encaminhou ofício ao presidente da Assemblei Legislativa,  Ricardo Nicolau (PSD) contra a construção do edifício garagem.  Castro justificou que a obra, orçada em R$ 22 milhões, deve ser amplamente discutida como todos os parlamentares e a Mesa Diretora.


O deputado ressaltou que o valor da obra é alto e sugeriu a implementação de toldos para substituir o edifício garagem. “Sairia mais barato e os funcionários e visitantes não teriam o risco de serem banhados pelas chuvas ou sol”, completou.

Obra pode estar superfaturada

O deputado estadual José Ricardo (PT) cobrou   cópia do processo de licitação para as obras de construção do edifício garagem e outras  a serem construídas pela Assembleia Legislativa do Amazonas. Segundo ele, o pedido foi encaminhado à Mesa Diretora no dia 2 de fevereiro.

“Já estamos no dia 13 de março e não recebi nenhuma informação sobre o projeto. Não sei qual a dificuldade de disponibilizar projetos que se pretende realizar com dinheiro público”, disse ele, cobrando transparência no acesso às informações.

O parlamentar disse também que solicitou, por meio de memorando, cópia do contrato com empresa a ser contratada, no valor de R$ 450 mil, para prestar consultoria na negociação de contratos, convênios e de processo licitatório com instituições financeiras. “Esse já é mais recente, do dia 24 de fevereiro, e não recebi nenhuma cópia”, disse.

 

NULL