Concessionária de energia ignora promessa de Dilma

Por

18/10/2012 11h04 — em Amazonas

O deputado federal Carlos Souza (PSD/AM) criticou o anúnciou feito pela empresa Eletrobrás Amazonas Energia de que pretende reajustar o preço da tarifa de energia elétrica em 3,4%. Em discurso  no plenário da Câmara dos Deputados, Souza afirmou que a empresa está indo na contramão da iniciativa do governo federal, que comunicou a redução de até 16,2% na conta de luz do consumidor e de até 28% para as indústrias. E ressaltou que a medida é inaceitável, devido à péssima qualidade do fornecimento energia no estado, que vem sofrendo sucessivos apagões.



.

De acordo com o parlamentar, além dessa medida do governo, a cidade de Manaus está sendo beneficiada pelo gás proveniente da província de Urucu, cujas reservas são suficientes para abastecer toda a região Norte do país. Cerca de 536 MW da energia elétrica fornecida para a capital amazonense atualmente é produzida por usinas termoelétricas que utilizam o gás proveniente daquela província.


Dessa forma, a empresa tem um gasto menor e consequentemente um lucro maior, que deveria ser repassado ao consumidor.


“A Amazonas Energia deve é reduzir a tarifa de energia elétrica, é um absurdo cogitar um reajuste. Nós temos uma população muito carente que já paga caro para usufruir de um fornecimento de energia tão precário”, destacou.


O deputado amazonense frisou ainda a implementação do Linhão de Tucuruí, que contará com 1.800 MW de energia hidro,  contribuindo sobremaneira para a distribuição de energia no estado.

NULL

Veja também


  • O Portal do Holanda foi fundado em 14 de novembro de 2005. Primeiramente com uma coluna, que levou o nome de seu fundador, o jornalista Raimundo de Holanda. Depois passou para Blog do Holanda e por último Portal do Holanda. Foi um dos primeiros sítios de internet no Estado do Amazonas. É auditado pelo IVC e ComScore.

    + Amazonas