Candidata a vereadora que ameaçou atear fogo em Cartório de Manicoré tem HC negado

Por

25/10/2012 9h45 — em Amazonas

O juiz federal Dimis da Costa Braga negou habeas corpus a secretaria do PTN, Kelly Carla Mar Palheta, presa dia 10 deste mês depois de falar em uma entrevista de que ela e outras pessoas, ainda não identificadas, iriam invadir e atear fogo no cartório de Manicoré.


A declaração de Kelly Mar levou o procurador regional eleitoral, Edmilson Barreiros Júnior, a solicitar a prisão da secretaria ao juiz Jeferson Galvão de Melo, da 16ª Zona Eleitoral , que acatou o pedido .

Kelly Mar ingressou com habeas corpus, alegando falta de fundamento para sua prisão. Alegou  e que é ré primária e possui residência fixa, mas por deixar de anexar aos autos cópia do decreto de prisão preventiva, o juiz federal negou o HC, mantendo-a presa na Cadeia Desembargador Raimundo Vidal Pessoa, em Manaus, para onde foi transferida de Manicoré.

NULL

+ Amazonas