Siga o Portal do Holanda

Amazonas

ASSASSINATO DO COORDENADOR DA CAMPANHA DE ARTUR: Polícia diz que não fez perícia porque local do crime foi violado

Publicado

em

Por

Em nota distribuida a imprensa, a Polícia Civil do Amazonas informou que o  assassinato do coordenador da campanha do senador Artur Neto na Zona Leste, não teve motivações políticas e que a perícia criminal não pode ser realizada porque o local do crime teria sido violado. Veja a nota:


"A Polícia Civil do Amazonas informa que, relativo ao homicídio do senhor Ademir Queiroz Feitoza, ocorrido na noite deste sábado, 22 de setembro, foram apurados os seguintes fatos:


O mesmo foi alvejado com 05 (cinco) disparos de arma de fogo, em um bar próximo ao campo de futebol do bairro Jorge Teixeira, por autor ainda não identificado. Os tiros foram disparados pelas costas da vítima, atingindo cabeça, tórax e braços. Na fuga, o autor dos disparos teria, da garupa de uma moto dirigida por outro homem, apontado a arma de fogo na direção do bar onde estava a vítima, atirando novamente, desta vez para o alto. Antes de se evadir do local, o atirador acertou, ainda, os pneus de dois carros próximos. Ao todo foram disparados 08 (oito) tiros, tendo sido encontrada uma das cápsulas, que foi recolhida por um popular e entregue à Polícia Militar.


O senhor Ademir foi socorrido por populares e levado ao Hospital Pronto Socorro Platão Araújo, onde veio a óbito.


A Polícia Civil informa, ainda, que devido à violação do local do crime, com remoção de provas e da vítima, não pôde ser realizada a perícia criminal comumente adotada por esta instituição.


Por fim, informamos que, diferente do publicado em alguns meios de comunicação, a vítima não estava em atividade eleitoral no momento do fato. Embora o crime tenha características de execução, não há, até o momento, confirmação de que haja motivação política.


O crime está sendo investigado pela Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS), acionada no momento do fato, e representada no local pela Delegada Titular Maria Cristina Portugal e pelo Delegado George Gomes. A Divisão de Repressão ao Crime Organizado (DRCO), também se fez presente. No local, os policiais conversaram com moradores e testemunhas em busca de mais detalhes. A DEHS prossegue as investigações.


A Polícia Civil do Amazonas, por meio da Assessoria de Imprensa, se coloca à disposição para demais esclarecimentos.


Polícia Civil do Amazonas"
 

LEIA TAMBÉM:

COORDENADOR DE ARTUR ASSASSINADO  COM TIROS PELAS COSTAS

NULL

+ Amazonas

Para compartilhar este conteúdo, utilize o link ou as ferramentas oferecidas na página. Textos, fotos, artes e vídeos do Portal do Holanda estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral.

Copyright © 2006-2020 Portal do Holanda.