Siga o Portal do Holanda

Estado já era grave

Vítima da Covid-19 no Amazonas chegou a testar cloroquina

Publicado

em

Foto: Tácio Melo / Secom Foto: Tácio Melo / Secom
Foto: Tácio Melo / Secom

Manaus/AM - O parintinense Geraldo Sávio, 49, que morreu na última terça-feira (24) por conta da Covid-19, no Hospital Pronto Socorro Delphina Aziz, chegou a testar o medicamento cloroquina. Em coletiva de imprensa online nesta quarta-feira (25), a diretora-presidente da Fundação de Vigilância em Saúde (FVS-AM), Rosemary Pinto, explicou que a morte dele não teve qualquer relação com o teste do medicamento e que o paciente tomou apenas a primeira dose. 

Ainda de acordo com a FVS, o estado de saúde de Sávio já era muito grave, pois ele era hipertenso. Sobre o falecimento, a diretora da FVS também disse que o paciente teve duas paradas cardíacas na terça-feira, uma pela parte do dia e outra à noite antes do falecimento.

A cloroquina ainda é testada em outro paciente que está internado no Delphina Aziz. Somente após sete dias de testes é que o Laboratório Central de Saúde Pública do Amazonas (Lacen-AM) vai fazer novo teste para avaliar a redução do vírus no corpo.

O Amazonas atualizou para 54 o número de casos confirmados do novo coronavírus.  

Últimas notícias

Para compartilhar este conteúdo, utilize o link ou as ferramentas oferecidas na página. Textos, fotos, artes e vídeos do Portal do Holanda estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral.

Copyright © 2006-2019 Portal do Holanda.