Siga o Portal do Holanda

368 ataques em 2018

Amazonas registra mais de 110 casos de ataques de morcegos neste ano

Publicado

em

Foto: Divulgação / FVS-AM

Manaus/AM - Boletim Epidemiológico divulgado pela Fundação de Vigilância em Saúde do Amazonas (FVS-AM), nesta terça-feira (25), registrou queda de 26% no número de agressão por quirópteros (morcegos) no estado este ano. De janeiro a maio de 2019, foram registrados 112 casos, contra 151 em 2018. Em todo o ano passado, foram 368 registros. 

A FVS atribui a redução ao trabalho que vem sendo realizado nas áreas com maior número de notificações.

O município de Barcelos, cidade que apresentava incidência alta dessas agressões, teve redução significativa. Em 2018, foram 93 casos registrados no município e, até maio deste ano, foram registradas sete. O órgão alerta para a importância de evitar contato com morcegos hematófagos, aqueles que se alimentam de sangue e podem transmitir raiva. 

A diretora-presidente da FVS-AM, Rosemary Costa Pinto, salienta que os morcegos hematófagos podem ser encontrados, principalmente, em áreas periféricas da cidade, atraídos pelos animais criados em quintais, como galinhas e porcos. 

Rosemary acrescenta que todo o atendimento antirrábico deve ser notificado, independentemente de ter indicação de receber vacina ou soro antirrábico. De acordo com o médico veterinário Hamid Ataide Miguel, da Gerência de Zoonoses da FVS-AM, a espécie de morcego Desmodus rotundus é a que mais transmite a raiva e deve ser controlada. No entanto, o veterinário alerta que existem muitas espécies de morcegos que são completamente inofensivas ao ser humano e ajudam a manter o ecossistema equilibrado. 

“Sem saber diferenciar qual a espécie prejudicial, não devemos sair matando todos os morcegos”, afirma Miguel. 

A raiva pode ser transmitida tanto pela mordida do morcego como por animais domésticos, como cães e gatos que tenham sido mordidos pelo transmissor da doença. Por isso, segundo o veterinário, é importante manter as campanhas de vacinação desses animais nos municípios e evitar a ocorrência de raiva.

Como evitar contato com morcegos hematófagos

Com o objetivo de alertar a população sobre como se prevenir da raiva, a FVS-AM listou dicas sobre como evitar ser mordido pelos morcegos hematófagos: 

·      Vedar todas as frestas existentes nas paredes e no telhado de casa 

·      Manter todas as portas e janelas fechadas durante a noite. No interior do estado, uma alternativa é colocar malhadeira (rede de pesca) fina para pequenos peixes ou telas de arame ou de plástico nas janelas para impedir a entrada de morcegos 

·      Manter a luz ou lamparina acesa durante toda a noite, já que os morcegos hematófagos evitam a luminosidade

·      Dormir em rede e/ou cama com mosquiteiro (cortinado) para evitar que o morcego hematófago se aproxime das pessoas que estão dormindo. 

O que fazer em caso de mordida por morcego

·      Logo que perceber que a pessoa foi mordida pelo morcego, lavar bem com muita água e sabão, higienizando bem o ferimento 

·      Encaminhar a pessoa agredida a uma Unidade de Saúde mais próxima de casa para avaliação médica e iniciar imediatamente o tratamento com soro e vacina antirrábica humana.

 

Vereador expõe mulher que só pegava no pé

Para compartilhar este conteúdo, utilize o link ou as ferramentas oferecidas na página. Textos, fotos, artes e vídeos do Portal do Holanda estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral.



Copyright © 2006-2019 Portal do Holanda.