Siga o Portal do Holanda

Policial

Em Manaus, policiais ficam em alerta após sargento apresentar sintomas de Coronavírus

Publicado

em

Foto: Reprodução Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

Covid entra no bumbódromo, isola artistas e ‘mata’ festival


Policiais militares da 7ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom), no São Lázaro, região sul de Manaus, estão em alerta. Tudo porque um sargento da unidade foi diagnosticado com os sintomas da covid-19 na noite desta quinta-feira (2) no Hospital e Pronto Socorro 28 de Agosto, na Zona Centro-Sul. Ele teve contato nos últimos dias com cerca de metade do efetivo da Cicom.

De acordo com a Associação de Cabos e Soldados (ACS), o militar, que tem 43 anos, procurou o lugar depois de passar mal nas últimas 24 horas. Ele apresentava um quadro de febre, dor de cabeça e dificuldade para respirar. Sabendo dos sintomas, o policial foi isolado na unidade e passou por exames de sangue e uma tomografia, que apontaram uma infecção viral.

O resultado definitivo deve sair nos próximos dias após um exame mais detalhado, mas desde já o ele foi instruído a permanecer em casa nos próximos 14 dias em isolamento total. O atestado, assinado pela doutora Priscila Nascimento, justifica a licença com o código B34.0, que na Classificação Internacional de Doenças (CID 10) é atribuído a infecção por adenovírus de localização não especificada.

A médica decidiu por manter o policial em casa, enquanto o exame para o novo coronavírus não fica pronto. Assim ele evita ter contato direto com pacientes já infectados no HPS Delphina Aziz. É lá onde estão internados os pacientes mais graves na rede pública.

Foi o próprio militar avisou todos os companheiros de farda via áudio em um aplicativo de celular para ficarem atentos sobre possíveis sintomas que possam vir a surgir. “Não sou uma pessoa que arrega para doença e isso não é apenas uma gripe”, alertou.

O sargento tem uma filha de seis anos e sua esposa está grávida de oito meses. Por conta da quarentena, ele deve ficar afastado de ambas até que seu quadro clínico melhore. A Associação das Praças da Polícia e Bombeiro Militar do Amazonas (Appbmam) acompanha o caso.

Sem EPI’s

No início da semana o governo do Amazonas anunciou a distribuição de equipamento de proteção individual (EPI) aos policiais e bombeiros militares do estado, porém o que foi entregue não supriu todas as unidades.

Por conta disso, a Appbmam impetrou com um mandado de segurança junto ao plantão de segundo grau do Tribunal de Justiça do Estado Amazonas (TJ-AM) para garantir o fornecimento de máscaras, luvas e álcool em gel para os militares que estão em trabalho operacional. A liminar foi deferida pelo desembargador Paulo César Caminha e Lima nesta quinta-feira (2).




Já leu estas ?

Para compartilhar este conteúdo, utilize o link ou as ferramentas oferecidas na página. Textos, fotos, artes e vídeos do Portal do Holanda estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral.

Copyright © 2006-2019 Portal do Holanda.