Em janeiro sangrento, mais de 115 pessoas foram assassinadas em Manaus

Por Portal do Holanda

31/01/2020 7h39 — em Policial

Foto: Fernando Frazão/Agência Brasil

Manaus/AM - Janeiro ainda nem terminou, mas já entrou para a história do estado como um dos mais violentos dos últimos anos.

Até esta quinta-feira (30), 115 pessoas tinham sido assassinadas no estado levando em consideração, crimes como homicídios, latrocínios e outros.

O levantamento, feito com base nos casos registrados diariamente no Instituto Médico Legal (IML) e delegacias do Amazonas, mostram que os números superaram de longe os de janeiro de 2019, quando 73 mortes foram contabilizadas nos 31 dias do mês.

Em 2020, antes mesmo de encerrar a primeira quinzena de janeiro, 60 pessoas tinham perdido a vida. Grande parte desses casos tinham relação com o tráfico de drogas e feminicídios.

A Secretaria de Segurança Pública do Amazonas (SSP/AM), afirma que está trabalhando para combater o índice de criminalidade e tem deflagrado uma série de operações em áreas de alta periculosidade na capital e no interior.

Ainda assim, casos macabros como o que foi registrado ontem no bairro Compensa, onde pernas de mulher esquartejada foram encontradas jogadas em um beco, continuam a se repetir.