Autor de 'Império' revela capítulo que causará reviravolta na novela

Por Portal do Holanda

05/09/2014 14h42 — em Famosos & TV

Aguinaldo Silva deixou os seus telespectadores "com a pulga atrás da orelha" após revelar que passou a quinta-feira (4) todinha escrevendo o que ele entitulou de "um dos capítulos mais difíceis e penosos".

No seu blog, o autor de "Império" (TV Globo) revelou alguns detalhes do momento em que escreveu sobre um ponto em que começará uma 'segunda novela' dentro da trama, e que a partir de entào causará uma reviravolta total com os personagens.

Confira na íntegra o que ele escreveu:  

"São 19h e eu saio do corredor de luz azulada que leva ao território dos sonhos – o meu escritório. Entrei lá às 7h e lá estive até agora a trabalhar num dos capítulos mais difíceis e penosos de “Império” – aquele em que o comendador José Alfredo Medeiros volta ao Monte Roraima, e lá descobre que roubaram o diamante cor-de-rosa que era a sua pedra da sorte.

 Supersticioso, ele acha que quem estiver de posse da pedra conseguirá derrubá-lo do trono e tomar sua fortuna… E tem que escolher entre dois caminhos: ou perde a força e se entrega, ou adquire novas energias e declara guerra mortal aos que ameaçam o seu Império. Este é o ponto sem volta no qual começa a segunda novela – aquele em que todos os personagens se movem e mudam de lugar nas tramas. 


Desde o começo disse aos roteiristas que escrevem a novela comigo que isso aconteceria no capítulo XX – não digo o número - e cumpri o que disse com exata precisão. Foram doze horas de trabalho, com um intervalo de 90 minutos durante os quais cochilei, sem sair do escritório, na minha chaise longue. Se comi alguma coisa? Sim, uma taça de iogurte e meia dúzia de vitaminas fortificantes. 
Agora vou ter aquilo que fiz por merecer após trabalhar feito um mouro – um belo jantar regado a vinho. Mas as cenas que escrevi – uma delas: o comendador de joelhos, a bater com a testa no chão em sinal de desespero – não me sairão da cabeça. 

Sim, hoje morri um pouco, lá, dentro do meu escritório. Agora, através desta luz azulada, à maneira de Kim Novak em Vertigo (que é o meu terceiro maior filme de todos os tempos), saio de entre os mortos e renasço… Para morrer de novo amanhã, se for preciso, ao escrever mais um capítulo de Império."


Aguinaldo Silva. Foto: Reprodução/ Asdigital.tv.br/


+ Famosos & TV