Compartilhe este texto

Pai de meninas mortas com a mãe pediu ajuda após perder contato com a família; ouça

Por Portal Do Holanda

28/11/2023 18h12 — em
Brasil



 

 

O pai das três meninas que foram mortas com a mãe dentro de casa em Sorriso, pediu ajuda a um amigo, no domingo (26), após perder contato com a família. O homem, que trabalha como caminhoneiro, estava em Cascavel (PR) quando o crime ocorreu. 

No áudio, o pai pede ajuda a um amigo para tentar localizar a família, pois havia perdido contato. "Rapaz, eu tô desde sexta-feira à noite sem contato com a minha família, lá com a minha mulher, minhas filhas, cara, tudo desligado. Tô ficando preocupado aqui. Mando mensagem não me responde, ligo no WhatsApp e não atende, ligo no telefone normal e vai direto para caixa de mensagem. Elas sempre respondem", diz.

O pai pediu para o amigo ir até a casa para verificar se havia alguém, mas ele não estava na cidade. "Não tem nem como eu passar o endereço para ninguém, né cara. Eu achei que você estava em Sorriso, eu ia pedir para você dar uma olhada lá para mim, passar lá em frente de casa olhar por baixo lá do portão e ver se o carro está em casa. Vê se tem algum movimento de gente lá", disse no áudio. 

O crime - Uma mãe, identificada como Cleci Calvi Cardoso, de 46 anos, e as filhas, Miliane Calvi Cardoso, de 19 anos, e duas crianças de 13 e 10 anos, foram encontradas mortas dentro de casa nesta segunda-feira (27). 

O suspeito do crime é um funcionário de uma obra que ficava ao lado da casa das vítimas. Ele foi localizado pela polícia na construção e preso.

Leia mais:

'Predador em série', diz polícia sobre homem que matou e estuprou mãe e filhas 

Mãe e filhas são estupradas e mortas após ter casa invadida por funcionário de obra 


Siga-nos no
O Portal do Holanda foi fundado em 14 de novembro de 2005. Primeiramente com uma coluna, que levou o nome de seu fundador, o jornalista Raimundo de Holanda. Depois passou para Blog do Holanda e por último Portal do Holanda. Foi um dos primeiros sítios de internet no Estado do Amazonas. É auditado pelo IVC e ComScore.

ASSUNTOS: Brasil

+ Brasil