Compartilhe este texto

Compras na Shopee e Shein: entenda em 6 pontos o que a Câmara votou nesta terça

Por Folha de São Paulo

29/05/2024 8h48 — em
Brasil


Foto: Luis Henrique / Portal do Holanda

BRASÍLIA, DF, E SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - A Câmara dos Deputados aprovou na noite desta terça-feira (28) projeto que tributa as compras de até US$ 50 em sites estrangeiros, como as plataformas asiáticas Shein, Shopee e Aliexpress, com uma alíquota de 20%. Hoje, as compras até esse valor são isentas da cobrança do Imposto de Importação.

 

Saiba mais sobre o projeto.

1. Qual foi o projeto aprovado pela Câmara dos Deputados relacionado à tributação de compras em sites estrangeiros?

A Câmara dos Deputados aprovou um projeto que tributa as compras de até US$ 50 em sites estrangeiros, como Shein, Shopee e Aliexpress, com uma alíquota de 20%.

 

2. Quais eram as condições anteriores para compras de até US$ 50 em sites estrangeiros?

Antes da aprovação do projeto, as compras de até US$ 50 em sites estrangeiros eram isentas da cobrança do Imposto de Importação.

 

3. Quem propôs o projeto de tributação de compras em sites estrangeiros na Câmara dos Deputados?

O relatório do deputado Atila Lira (PP-PI) propôs inicialmente acabar com a isenção de compras internacionais, apresentando duas opções de alíquota: 25% e 20%.

 

4. Qual foi o acordo selado entre líderes da Câmara e o presidente da Casa em relação à taxação de compras em sites estrangeiros?

Foi acordado uma alíquota de 20% para a taxação de compras em sites estrangeiros, com o aval do presidente Lula, como um meio-termo entre as propostas iniciais.

 

5. Quais são os próximos passos para o projeto de tributação de compras em sites estrangeiros após a aprovação na Câmara dos Deputados?

O texto seguirá para o Senado e deve ser apreciado na Casa, com a votação prevista para a quarta-feira seguinte (29).

 

6. Além da taxação de compras em sites estrangeiros, o que mais o projeto aprovado pela Câmara dos Deputados abrange?

O projeto faz parte do Mover (Programa Mobilidade Verde e Inovação), um programa do governo para a descarbonização do setor automotivo, que busca ampliar as exigências de sustentabilidade da frota automotiva e estimular a produção de novas tecnologias nas áreas de mobilidade e logística. 


Siga-nos no
O Portal do Holanda foi fundado em 14 de novembro de 2005. Primeiramente com uma coluna, que levou o nome de seu fundador, o jornalista Raimundo de Holanda. Depois passou para Blog do Holanda e por último Portal do Holanda. Foi um dos primeiros sítios de internet no Estado do Amazonas. É auditado pelo IVC e ComScore.

ASSUNTOS: Brasil

+ Brasil