Siga o Portal do Holanda
Medida judicial

Professores não vão aceitar 'criminalização' da greve pelo governador

Publicado

em

A decisão do governador Wilson Lima de recorrer à justiça para suspender o indicativo de greve marcado para esta segunda -feira pelos professores  revela, primeiro, a incapacidade de o governo restabelecer a linha de diálogo com a categoria, rompida na última semana, quando deixou de receber integrantes do sindicato para uma conversa previamente agendada.  Foi um fato indelicado e desrespeitoso com uma categoria importante, que faz a educação do Estado. Segundo,  porque acirra mais ainda os ânimos que já andam exaltados.

Na decisão que manda suspender o indicativo de greve, o desembargador Elci Simões de Oliveira reconhece   que "os professores muitas  vezes  não recebem a devida atenção por parte dos chefes do Poder Executivo”, mas admite que a categoria, por prestar um serviço essencial, não tem direito a greve. Os professores discordam.

É uma decisão polêmica, mas é uma decisão da justiça. Cabe respeitá-la. Entretanto há um sentimento de que o governo busca criminalizar o movimento,  conforme o video gravado por um dos integrantes do comando de greve.

Recorrer à justiça foi o pior caminho, a pior opção. Foi renunciar ao diálogo, a busca de alternativas, ao entendimento. Agora há pouco a fazer e o pior a esperar,

+ BASTIDORES DA POLÍTICA

-

Para compartilhar esse conteúdo, por favor utilize o link ou as ferramentas oferecidas na página. Textos, fotos, artes e vídeos do Portal do Holanda estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral.

1MinutoNerd: VINGADORES:Ultimato

 Siga o Holanda

Amazonas

Copyright © 2006-2019 Portal do Holanda.