Bastidores da Política - Granadas em poder da FDN e CV podem ter saído de arsenal da PM


Granadas em poder da FDN e CV podem ter saído de arsenal da PM

Por Raimundo Holanda

26/10/2019 18h37 — em Bastidores da Política

As granadas em mãos de membros da FDN e do Comando Vermelho exibidas em vídeos nos quais os dois grupos ameaçam explodir os corpos de desafetos são de uso exclusivo do Exército e da Polícia Militar. Em 2017 armamentos  de menor poder ofensivo, as  granadas de efeito moral, gás lacrimogênio, de luz e som foram comprados ou recebidos em doação pelo governo do Amazonas.

É preciso que o Comando da Polícia Militar explique como essas granadas foram parar em poder da FDN e do Comando Vermelho.

Ao menos uma investigação - séria e independente - com a participação dos órgãos de controle - deve ser aberta. Primeiro,  para que não paire dúvida sobre a seriedade que se espera do aparato militar estadual. Segundo,  porque eventual conluio entre  um reduzido grupo de policiais e traficantes deve ser punido com rigor

As granadas, embora tenham poder ofensivo reduzido, são perigosas. Tem sido  utilizadas como  instrumento de poder de dois grupos criminosos que dominam bairros inteiros de Manaus. E não seriam  tão poderosos se não houvesse  de um lado omissão do poder público. E de outro conivência de determinados grupos  sociais com a atividade criminosa. 

 

 

 

Raimundo de Holanda é jornalista de Manaus. Passou pelo "O Jornal", "Jornal do Commercio", "A Notícia", "O Estado do Amazonas" e outros veículos de comunicação do Amazonas. Foi correspondente substituto do "Jornal do Brasil" em meados dos anos 80. Atualmente escreve a coluna Bastidores no Portal que leva seu nome.