Bastidores da Política - Alerta no Amazonas. Barragens da Taboca com  risco de rompimento


Alerta no Amazonas. Barragens da Taboca com risco de rompimento

Por Raimundo Holanda

31/12/2019 20h12 — em Bastidores da Política

Movimentação incomum nas instalações do Pitinga, inclusive de técnicos e especialistas em segurança de barragens; deixou moradores de Presidente Figueiredo em  alerta, temendo um eventual desastre.

 

Os riscos de grau baixo e médio de rupturas, identificados em fevereiro deste ano pela CNM nas barragens da Mineração Taboca, na mina do Pitinga, em Presidente Figueiredo, parece ter aumentando para grave neste fim de ano.

Desde a semana passada vazaram informações no município vizinho de que há um alerta de perigo numa barragem de mineração, que poderia resultar num grande desastre ambiental.

Há indicações de movimentação incomum nas instalações do Pitinga, inclusive de técnicos e especialistas em segurança de barragens; e também de que se refere a uma barragem de rejeitos.

As 10 barragens da Taboca, em Figueiredo, foram classificadas como de ‘alto risco’ por um levantamento do DNPM (2014), indicando perigo de rompimento como o de Mariana (MG).

Desde então existem controvérsias entre relatórios dos órgãos técnicos de fiscalização. Em 2015 um vazamento na hidrelétrica do Pitinga que abastece e mineradora foi consertado.

Mas as 10 barragens de mineração, algumas desativadas, permanecem apenas monitoradas. Um rompimento não afetaria locais habitados, mas afetaria o meio ambiente até a usina de Balbina.