Siga o Portal do Holanda

Polícia apura queima de arquivo

Suspeito de clonar carro usado em assassinato de Marielle foi executado

Publicado

em

Foto: Reprodução

A Delegacia de Homicídios do Rio de Janeiro investiga se o suspeito de ter clonado o carro usado no assassinato de Marielle Franco e Anderson Gomes foi executado como queima de arquivo.

Segundo O Globo, o inquérito da Polícia Civil indica que Lucas do Prado Nascimento da Silva, o ‘Todynho’, foi o responsável pelas alterações feitas no documento do Cobalt prata, utilizado pelos assassinos em 14 de março de 2018. Em 3 de abril de 2018, menos de um mês depois do assassinato de Marielle, ‘Todynho’foi morto. Ele teria sido executado enquanto fazia a entrega de outro carro clonado. Ele teria sofrido uma emboscada na Avenida Brasil, na altura de Bangu. O crime é investigado pela própria DH..

 

 

 

O grito de guerra dos professores

-

Para compartilhar esse conteúdo, por favor utilize o link ou as ferramentas oferecidas na página. Textos, fotos, artes e vídeos do Portal do Holanda estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral.

HORAH do H ENTREVISTA: MANUEL AUGUSTO PINTO CARDOSO, CIENTISTA DIGITAL

 Siga o Holanda

Amazonas

Copyright © 2006-2019 Portal do Holanda.