Compartilhe este texto

Univaja diz que 60 pessoas fazem buscas em trajeto onde jornalista e indigenista deveriam passar

Por Portal do Holanda

07/06/2022 19h01 — em
Amazonas


Vale do Javari - Foto: Divulgação / Ibama

Manaus/AM - A União dos Povos Indígenas do Vale do Javari (Univaja), afirmou nesta terça-feira (7), que uma equipe com 60 pessoas está realizando buscas nos 200 quilômetros do percurso que o indigenista Bruno Pereira e o jornalista do The Guardian Dom Phillips deveriam ter feito, que inicia na comunidade São Rafael e segue até o município de Atalaia do Norte, onde os dois deveriam ter desembarcado no último domingo (5), porém, a dupla não chegou ao destino.

Segundo o assessor jurídico Yura Marubo, Bruno era conhecedor da área, tanto por vias terrestres quanto por vias fluviais, e por isso, precisaria ter saído com uma equipe maior, uma vez que já havia recebido ameaças. O Vale do Javari é uma área de conflito que envolve garimpeiros, madeireiros, e até tráfico de drogas.

Ele relatou ainda, que logo que houve a informação sobre a falta de contato da dupla, uma equipe da Univaja foi enviada para fazer buscas na área, fazendo todo o percurso que Bruno e Dom teriam feito, mas não foi encontrado qualquer sinal da passagem dos homens. A partir de então, foram acionados os órgãos de segurança, que segundo Yura, chega em uma hora tardia.

Yura falou que Bruno já havia sido ameaçado diretamente, e relembrou de um outro colaborador da Funai, Maxciel Pereira dos Santos, morto com dois tiros na cabeça. Ele tinha chefiado por cinco anos a coordenação da Funai do Vale do Javari. O crime aconteceu em 2019. 

O assessor relatou ainda, que não há presença ambiental, e que por isso, os funcionários acabam fazendo o papel dos agentes, fazendo com que as bases sejam atacadas por criminosos.  "O Vale do Javari não é para amadores", relatou.

Jornalista do The Guardian e indigenista desaparecem em viagem ao Amazonas

Indigenista da Funai e jornalista sofreram ameaças dias antes do desaparecimento no Amazonas

O que se sabe sobre o desaparecimento de indigenista e jornalista do The Guardian no Amazonas

PF é acionada para investigar desaparecimento de jornalista e indigenista em Atalaia do Norte

Saiba quem são Bruno Pereira e Dom Philips, desaparecidos em Atalaia do Norte

Reforço policial é enviado para buscas de jornalista e indigenista desaparecidos em Atalaia do Norte

MPF acompanha caso de desaparecimento de indigenista e jornalista em Atalaia do Norte

Marinha participará das buscas por jornalista do The Guardian e indigenista em Atalaia do Norte

Esposa de jornalista desaparecido em Atalaia do Norte apela por ajuda

PF prende dois suspeitos de desaparecimento de jornalista e indigenista em Atalaia do Norte

Buscas por indigenista e jornalista britânico desaparecidos são retomadas no Amazonas

Força-tarefa da SSP embarca para Atalaia do Norte em busca dos desaparecidos

Indigenista da Funai mandou áudio antes de desaparecer: ‘chego dia 6’

Família do indigenista Bruno Pereira relata sentimento de angústia e faz apelo



O Portal do Holanda foi fundado em 14 de novembro de 2005. Primeiramente com uma coluna, que levou o nome de seu fundador, o jornalista Raimundo de Holanda. Depois passou para Blog do Holanda e por último Portal do Holanda. Foi um dos primeiros sítios de internet no Estado do Amazonas. É auditado pelo IVC e ComScore.

ASSUNTOS: Amazonas

+ Amazonas