Compartilhe este texto

O que se sabe sobre o desaparecimento de indigenista e jornalista do The Guardian no Amazonas

Por Portal do Holanda

06/06/2022 14h37 — em
Amazonas


Foto: Divulgação / Twitter e Reprodução

Manaus/AM - O jornalista inglês Dom Phillips, correspondente do Jornal The Guardian, e o indigenista Bruno Araújo Pereira, servidor da Fundação Nacional do Índio (Funai), estão desaparecidos desde o último domingo (5) quando faziam um trajeto de barco pelo rio Itaquaí, após saírem da comunidade ribeirinha São Rafael com destino a Atalaia do Norte.

Os homens estavam retornando de uma visita à Terra Indígena do Vale do Javari (Amazonas), região que tem sido alvo de caçadores, pescadores e madeireiros.

A viagem - Eles haviam se deslocado com o objetivo de visitar a equipe de Vigilância Indígena que se encontra próxima ao Lago do Jaburu (perto da Base de Vigilância da FUNAI no rio Ituí). A visita ao local seria para que o jornalista fizesse algumas entrevistas com os indígenas.

Os homens chegaram no Lago do Jaburu na última sexta-feira (3) por volta das 19h25. Já no domingo (5) os dois saíram cedo com destino a cidade de Atalaia do Norte, porém, antes eles pararam na comunidade São Rafael, visita previamente agendada para que o indigenista Bruno fizesse uma reunião com o comunitário apelidado de "Churrasco".

A reunião com o comunitário tinha o objetivo de consolidar trabalhos conjuntos entre ribeirinhos e indígenas na vigilância do território bastante afetado pelas intensas invasões. 

Desaparecimento - Conforme a nota divulgada nesta segunda-feira (6) pela UNIVAJA e pelo OPI, ambos chegaram na comunidade São Rafael por volta das 06h, onde conversaram com a esposa do "Churrasco", pois o homem não estava na comunidade. Depois disso, Dom e Bruno partiram rumo à Atalaia do Norte, viagem que dura aproximadamente 2 horas. Eles deveriam ter chegado por volta de 08h/09h da manhã na cidade, o que não ocorreu. 

As buscas seguem sendo realizadas com o apoio da Polícia Federal, da Funai, do Ministério Público Federal e da Marinha.



O Portal do Holanda foi fundado em 14 de novembro de 2005. Primeiramente com uma coluna, que levou o nome de seu fundador, o jornalista Raimundo de Holanda. Depois passou para Blog do Holanda e por último Portal do Holanda. Foi um dos primeiros sítios de internet no Estado do Amazonas. É auditado pelo IVC e ComScore.

ASSUNTOS: Amazonas

+ Amazonas