Compartilhe este texto

Comandante da PM fala sobre suposta ameaça de toque de recolher em Manaus após morte de L7

Por Portal do Holanda

23/06/2022 15h44 — em
Amazonas


Foto: Portal do Holanda / Divulgação

Manaus/AM - A Polícia Militar negou nesta quinta-feira (23), que haverá toque de recolher em Manaus. A notícia falsa tem sido compartilhada após a morte de Luciano Barbosa, o "L7'', filho do narcotraficante José Roberto Barbosa, o "Zé Roberto da Compensa". As mensagens seriam oriundas de membros de facções criminosas, e estão sendo compartilhadas nas redes sociais.

L7 foi decapitado por membros da facção Comando Vermelho (CV) na madrugada de hoje em uma comunidade entre os municípios de Anamã e Manacapuru.

Soldados do CV do Amazonas e Rio de Janeiro prometeram fazer foguetório no início da noite em vários pontos de Manaus por causa da morte do L7. Já membros do Revolucionários do Amazonas (RDA) prometeram que iriam matar os desafetos, e alertaram moradores dos bairros Alvorada, União, Flores, Mundo Novo e Cidade Nova sobre a guerra entre as facções.

Com um efetivo de 700 policiais militares de Manaus, que estão atuando em Parintins, devido o Festival Folclórico, o Comandante-Geral da Polícia Militar do Amazonas, Coronel Marcus Vinícius, afirmou em uma coletiva que a segurança pública da capital não será afetada e negou o toque de recolher .

"Tivemos a notícia da morte do traficante, e nós não comemoramos a morte de ninguém, mas as pessoas escolhem seus caminhos. O papel da PM é proteger a vida de todos, mas as escolhas individuais não são escolhas nossas. Existem informações, fakes, de toques de recolher, mas não vai acontecer. Nossa polícia, hoje, vai estar muito pesada na rua. peço compreensão da sociedade, principalmente a manauara, pois seremos muito duros no combate ao crime organizado", explicou o comandante.



O Portal do Holanda foi fundado em 14 de novembro de 2005. Primeiramente com uma coluna, que levou o nome de seu fundador, o jornalista Raimundo de Holanda. Depois passou para Blog do Holanda e por último Portal do Holanda. Foi um dos primeiros sítios de internet no Estado do Amazonas. É auditado pelo IVC e ComScore.

ASSUNTOS: Amazonas

+ Amazonas