Investigada, Sara Winter ataca Moraes em frente ao STF: 'enfia no meio do seu c*, seu m***'

Por Portal do Holanda

27/05/2020 19h13 — em Brasil

Líder do grupo paramilitar "300 do Brasil", Sara Winter voltou a fazer fortes ofensas contra o ministro Alexandre de Moraes na noite desta quarta-feira (27)  em frente ao Supremo Tribunal Federal, após a Polícia Federal cumprir mandado de busca e apreensão em sua casa, no âmbito do inquérito do STF que apura um esquema criminoso de fake news.

Em vídeo transmitido ao vivo na internet, a ativista bolsonarista profere diversos palavrões e ofensas contra o ministro da Suprema Corte e o desafia. Ela reitera as ameaças, afirmando que irá descobrir até os restaurantes que ele frequenta e irá "infernizar a vida deles".

Ao contrário do vídeo publicado mais cedo em que Sara diz que iria descobrir quem são suas empregadas sem explicar o que iria fazer com tal informação, ela agora diz que iria "oferecer um salário muito melhor para elas trabalharem em outro lugar" para que o ministro "aprenda a lavar o próprio prato, porque, segundo as palavras de Sara, "aliás nem o próprio rabo deve lavar". 

A militante também aproveita para pedir ajuda em dinheiro dos apoiadores, porque segundo ela, teve o dinheiro apreendido, além de estar sem celular ou notebook.