Siga o Portal do Holanda

Amazonas

PMS que torturaram e tentaram matar menor vão a júri. Reveja vídeo que deu origem ao caso

Publicado

em

Por

 A defesa dos pms André Luiz Castilhos Campos e Rosivaldo de Souza Pereira tentou evitar que eles fossem levados a júri popular nesta terça-feira,  mas o juiz Anésio Rocha Pinheiro  negou  o pedido, mantendo o julgamento  . Os policiais são acusados de tentativa de homicídio, atentado qualificado e roubo qualificado com uso de arma de fogo contra um adolescente de 14 anos de idade, crime ocorrido em agosto de 2010, no bairro Amazonino Mendes, Zona Norte de Manaus.

 

 

De acordo com os autos, Castilho é acusado de ter feito três disparos contra o adolescente e Rosivaldo de ter puxado uma corrente que a vítima tinha no pescoço. O julgamento será presidido pelo juiz Mauro Antony, da 3ª Vara do Tribunal de Júri. À frente da acusação está o promotor de Justiça Edinaldo Medeiros.

Além de Rosivaldo e Castilhos, outros PMs - Wilson Henrique Ribeiro; Wesley Souza; Marcos Teixeira de Lima; Wilson Cunha e Alexandre Souza Santos; e o cabo PM, Janderson Bezerra, foram denunciados no mesmo processo.

Dois foram absolvidos

Por falta de provas, Janderson e Wilson Ribeiro foram absolvidos sumariamente por falta de provas. Durante o interrogatório, na instrução processual, ficou comprovado que eles não tiveram nenhuma participação na tentativa de homicídio do adolescente.

Os outros policiais eram os motoristas das viaturas e teriam ficado na direção dos veículos, a pelo menos 100 metros de distância de onde a vítima foi ferida à bala.

Dos cinco policiais militares que continuaram como réus no processo, somente André Luiz Castilhos Campos e Rosivaldo de Souza Pereira, vão a júri popular.

NULL

+ Amazonas

Para compartilhar este conteúdo, utilize o link ou as ferramentas oferecidas na página. Textos, fotos, artes e vídeos do Portal do Holanda estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral.

Copyright © 2006-2020 Portal do Holanda.