Faz água em CPI: Carlos Leal Vila vai depor

Por

23/05/2012 14h37 — em Amazonas

Enquanto no plenário da Câmara Municipal vereadores de oposição defendiam a continuidade da CPI da Água, no segundo piso os membros da comissão de reuniram nesta quarta-feira  para definir uma “mudança de rumo” nas investigações, motivada, segundo o presidente Leonel Feitoza (PSD) pelo “fato novo” ocorrido na semana passada, com a troca da empresa concessionária do serviço em Manaus.


De acordo com ele, “existem muitas coisas que precisam de esclarecimento”, como por exemplo, o fato de a diretoria da Águas do Amazonas afirmar que o serviço de água em Manaus só dá prejuízo, mas a empresa ao mesmo tempo ter permanecido com 49,75% das ações do sistema na mudança efetuada com o aval da prefeitura.

“Não cabe na cabeça de qualquer pessoa que uma empresa que não tem lucro com um negócio, queira continuar no prejuízo”, disse Leonel, concluindo: “Afinal, a Águas do Amazonas não é madre Tereza de Calcutá, que vivia de praticar boas ações”. Ele disse que a empresa “tem ganho líquido de R$ 40 milhões só na nossa cidade”.

Em seguida o presidente sugeriu que adotasse uma mudança de ruma nas investigações diante do fato novo ocorrido na semana passada. Com apoio dos demais membros, ficou decidido que a primeira pessoa a ser convocada para prestar esses esclarecimentos é o presidente da Águas do Amazonas, Carlos Leal Vila.

Leonel determinou que hoje mesmo a secretaria da CPI enviasse ofício fazendo a convocação para a próxima semana. Serão também convocados os presidentes da Arsam, Fábio Alho da Costa e do Grupo Suez/Lyonese Dês Eaus, comprador da Cosama, este para explicar porque adquiriu a estatal amazonense por R$ 200 milhões e a vendeu para a Águas do Amazonas por apenas R$ 1, segundo consta.

Na segunda-feira (28) a CPI terá uma reunião técnica, a partir das 8h, com o técnico responsável pela área fiscal contábil da comissão, que vai apresentar seu primeiro relatório. Na terça-feira a os membros irão ao MP visitar a promotora Maria José de Aquino, em cuja vara tramita uma ação contra a mudança de concessionária feita pelo prefeito Amazonino Mendes (PDT). Ainda na terça será feito novo cronograma de visitas da comissão.lizando o monitoramento diário.

NULL

O Portal do Holanda foi fundado em 14 de novembro de 2005. Primeiramente com uma coluna, que levou o nome de seu fundador, o jornalista Raimundo de Holanda. Depois passou para Blog do Holanda e por último Portal do Holanda. Foi um dos primeiros sítios de internet no Estado do Amazonas. É auditado pelo IVC e ComScore.

+ Amazonas