Siga o Portal do Holanda

Amazonas

Eleições 2012: quando a prata da casa faz milagre

Publicado

em

Por

Enquanto  a maioria dos candidatos à Prefeitura de Manaus foi buscar assessoria fora de Manaus, Sabino Castelo Branco (PTB), prestigiou a prata da casa. Resultado: está aparecendo bem nas pesquisas e tem sido a revelação  dos debates produzidos pelas emissoras de televisão.

Para o jornalista Cláudio Barboza,  responsável pela imagem do candidato, Sabino é a grande surpresa nas eleições deste ano, alcançando uma performance que é destacada até por assessores de outros candidatos .O jornalista acredita que “ ainda está tudo muito indefinido na campanha desse ano em Manaus, e que  só agora, boa parte da população começa a se envolver diretamente na eleição”.


A experiência de Cláudio Barboza em eleições no Amazonas começou em 1988,quando fez parte do grupo que levou Arthur Neto a prefeitura,derrotando Gilberto Mestrinho. Ele participou de duas  campanhas de Mestrinho, uma ao governo e outra ao Senado.Em 1997 foi contratado como repórter especial para acompanhar o então governador Amazonino e um ano depois,foi o coordenador de imprensa da campanha vitoriosa de Amazonino. Depois foi Secretário de Amazonino. Em 2007 foi Secretário de

Comunicação de Serafim e fez parte do grupo que colocou o ex-prefeito no segundo turno. Também atuou em Minas Gerais,onde trabalhou na campanha para deputado federal de Luis Dulci, ex-ministro de Lula e um dos homens do comando nacional do PT.


Avesso à expressão marqueteiro, o jornalista avalia que Sabino surge nas eleições de 2012 com personalidade própria e assumindo uma postura que aos poucos vai se consolidando. “Gente que virava o rosto para ele no início desse processo, agora começa a prestar atenção quando ele fala”, observa.


Claudio é formado em comunicação pela Ufam, em Filosofia, pela Faculdade de Filosofia de Belo Horizonte e mestre em sociologia pela UFMG, ganhou dois prêmios Esso ( o Oscar do jornalismo) e outros diversos prêmios mas o que ele mais valoriza é a oportunidade que teve de trabalhar com grandes profissionais.


“Tive muita sorte em ter feito estágio no Jornal do Brasil,quando o JB era o maior jornal do Brasil com a equipe de Alberto Dines,na minha opinião o maior jornalista vivo nesse momento no Brasil. Aprendi muito com Gabriel Andrade,João Batista Freitas,Bob Fernandes, Raimundo Holanda, Manoel Lima,Leal da Cunha,Messias Sampaio, Claudio Lysias,Estevan Dulci,  e tantos outros. Nas campanhas que participei observei muito o trabalho de Egberto Baptista,Edilson Martins,Hermengarda Junqueira,Jefferson Coronel,etc.Com cada um aprendi um pouco,olhando e escutando,além do aprendizado infinito que a leitura proporciona”, afirma.


Claudio conta que nesses anos aprendeu que “cada eleição é uma eleição, não há transferência automática de voto e ninguém é dono do voto de ninguém. E em Manaus, a história é bem diferente do que acontece em outras cidades. Aqui há uma dinâmica própria,onde teorias e experiências de outras regiões nem sempre se viabilizam e que às vezes nem as pesquisas conseguem decifrar”, avisa.

NULL

+ Amazonas

Para compartilhar este conteúdo, utilize o link ou as ferramentas oferecidas na página. Textos, fotos, artes e vídeos do Portal do Holanda estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral.

Copyright © 2006-2020 Portal do Holanda.