Siga o Portal do Holanda

Amazonas

Divulgação de dados sigilosos abre crise entre advogados e Judiciário. Acrim pede a punição dos culpados

Publicado

em

Por

A Associação dos Advogados Criminalistas  considerou que a  divulgação de acusações contra a advogada Goreth Terças, constante em processo que corre sob segredo de justiça,"é vil, criminoso, e mais um precedente na tentativa  de atribuir aos advogados   a responsabilidade pela falência do Sistema Penal."

O caso  foi publicado em matéria do jornal aCritica, de Manaus,  com trechos de escuta telefônica nas quais aparece a advogada  conversando com um de seus clientes. Na mesma matéria, o promotor Alberto Nascimento afirma que Goreth  "extrapolou os limites da ética  Veja a nota da ACRIM-am.
 


NOTA DE REPÚDIO


A Associação dos Advogados Criminalistas do Estado do Amazonas vem a público repudiar matéria veiculada na edição do dia 16/09/2012 do Jornal “A Critica”, que traz à opinião pública acusação contra colega advogada, acusação esta constante em processo que tramitaria sob o manto do segredo de Justiça.

O citado vazamento, se confirmado, é vil, criminoso, e é mais um precedente nas lamentáveis tentativas de atribuir ao advogado criminalista a responsabilidade pela falência do Sistema Penal atual.

É nosso dever para com o público ama­zo­nense, di­ante de tão flagrante irresponsabilidade, reafirmar que o Advogado é essencial à Justiça, e esta Associação rebate ataques pro­feridos contra a classe, re­pudiando toda e qual­quer insinu­ação a re­speito da lisura, da hon­esti­dade, da im­par­cial­i­dade e da cor­reção de pos­tura da classe criminalista do Es­tado do Amazonas, cuja at­u­ação sempre se pautou pelo profis­sion­al­ismo e pelo el­e­vado espírito de Justiça.

A se confirmar o odioso vazamento, as medidas mais duras serão tomadas a fim de restabelecer o equilíbrio violado bem como responsabilizar os responsáveis, independente das posições ou cargos que ocupem.

A ACRIM-AM reafirma que as ten­ta­tivas de in­tim­i­dação (com falsas acusações, vazamentos de dados ou ataques calu­niosos) à at­u­ação dos advogados criminalistas do Ama­zonas, serão veemente­mente com­bat­idas e não irão in­ter­ferir no de­sem­penho das ele­vadas funções de nossa sagrada missão.


O período negro de ataques sem resposta, acabou.

Manaus, 16 de Setembro de 2012



Christhian Naranjo

Presidente ACRIM-AM

Leia Mais:

 

 

NULL

+ Amazonas

Para compartilhar este conteúdo, utilize o link ou as ferramentas oferecidas na página. Textos, fotos, artes e vídeos do Portal do Holanda estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral.

Copyright © 2006-2020 Portal do Holanda.