Aeronáutica oferece 10 vagas com salário de R$ 4 mil Aeronáutica oferece 10 vagas com salário de R$ 4 mil

Aeronáutica oferece 10 vagas com salário de R$ 4 mil

Por

14/10/2012 15h11 — em Amazonas

Manaus terá dez das 135 vagas oferecidas em concurso pela   Aeronáutica para controlador de tráfego  no Grupo de Defesa Aérea e Controle do Espaço Aéreo (Dacta).O  salário inicial é de R$ 4.018,82. Para concorrer o candidato deve ter nível médio completo e conhecimentos de língua inglesa.


Entre as atribuições do cargo estão prestar serviços de controle de tráfego aéreo em órgãos operacionais de Controle de Tráfego Aéreo (ATC); ter agilidade, de modo a manter, no mínimo, o grau de segurança entre as aeronaves; ser responsável pelo controle das aeronaves em suas diversas fases de voo, nas áreas de jurisdição do Sistema de Controle do Espaço Aéreo Brasileiro, atuando em torres de controle de aeródromos, em controles de aproximação para áreas terminais e nos centros de controle de área; realizar atividades de controle de tráfego aéreo, informação de voo e alerta, em operações com ou sem o auxílio de radar.

Será exigido raciocínio rápido e lógico, domínio da fraseologia técnica, bom conhecimento da língua inglesa, das normas e das instruções que disciplinam a atividade de controle de tráfego aéreo emitidas pelo Decea, equilíbrio emocional e visão espacial.

São dez vagas em Brasília, oito em Belo Horizonte, oito em Cuiabá, três em Campo Grande, cinco em Corumbá, dez em Curitiba, cinco em Florianópolis, oito em Foz do Iguaçu, quatro em Porto Alegre, oito em Aracaju, duas em Fortaleza, duas em Natal, oito em Maceió, seis em Porto Seguro, dez no Recife, quatro em Salvador, cinco em Boa Vista, dez em Manaus, cinco em Porto Velho, três em Rio Branco, duas em São José dos Campos e nove em São Paulo. As inscrições devem ser feitas até 24 de outubro pelo site www.cesgranrio.org.br. A taxa é de R$ 70. O concurso será realizado em duas etapas. A primeira terá provas objetivas, exame psicológico e exame médico. A segunda etapa é composta de curso de formação.


Com informações da Agência Estado

NULL

+ Amazonas