Em despedida de Dom Sérgio, fiéis lotam Igreja da Matriz na Missa do Galo

Por Portal do Holanda

25/12/2019 8h28 — em Amazonas

Foto: Divulgação / Arquidiocese de Manaus

Manaus/AM - O Natal é sem dúvida uma das épocas mais importantes para os católicos que comemoram o nascimento de Jesus Cristo, Nosso Senhor e Salvador. É também uma época de confraternização, de união e alegria, onde reina o espirito natalino em cada coração e com ele o desejo de viver em paz e harmonia. E isso pode ser observado na noite desta terça-feira (24), na Catedral Metropolitana de Manaus, onde foi realizada a tradicional missa de Natal, reunindo centenas de fiéis, entre religiosos e leigos, que vieram em busca da graça e do amor de Deus. A celebração foi presidida por Dom Sergio Castriani, Administrador Apostólico da Arquidiocese de Manaus e pelo Pe. Hudson Ribeiro, pároco da Igreja da Matriz.

E foi assim, com a igreja completamente lotada, que exatamente às 19h teve início a Missa do Galo, como também é conhecida, logo nos primeiros instantes, todos os presentes acenderam se levantaram suas velas, simbolizando a chegada de Cristo. Outro momento importante e muito aguardado foi logo após a proclamação do evangelho realizada pelo diácono Ruzeval Cardoso, foi quando o Pe. Hudson, em companhia de um casal, levou a imagem de Jesus Cristo recém-nascido ao presépio montado na entrada da Catedral, retratando o momento do nascimento do filho da Virgem Maria, fechando esse momento com o povo cantando Noite Feliz, enquanto Pe. Hudson dava a benção do presépio e fazia a incensação.

“Vivemos essa noite o grande acontecimento da história da humanidade, onde o Verbo Encarnado veio morar no meio de nós, no entanto, ao celebrar o natal a gente também renova esse tempo de esperança que foi refletido no tempo do advento e deve nos reavivar a fé, a nos implicar de lutar pelo mundo melhor e anunciar os valores do reino. Isso não é apenas um acontecimento em forma de lembrança, mas também o desejo de viver em um mundo menos violento e lutar pela dignidade humana”, disse o pároco. Durante a homilia, Pe. Hudson comentou mais algumas características do verdadeiro espírito de Natal

“O Natal meus irmãos e minhas irmãs, não pode ser uma simples festa de aniversário, pois é muito mais do que isso por que trata-se de um tempo de recomeço, onde a graça de Deus se coloca a nossa disposição para nos tornar mais fortes e compromissados com a vivência do mandamento do amor. Sejamos na noite de hoje, essa alegria esperançosa em tempos melhores e que possamos assumir o verdadeiro compromisso de testemunhar. Portanto é tempo de renovar as esperanças para nos tornarmos mais fortes com a vivencia do mandamento do amor e dos verdadeiros valores anunciados e vividos por Jesus Cristo”, disse um trecho da homilia.