Bonates afirma que facções vendiam lotes de terra por até R$ 40 no Monte Horebe

Por Portal do Holanda

02/03/2020 12h20 — em Amazonas

Foto: Divulgação

Manaus/AM - O secretário de segurança pública do Amazonas, Louismar Bonates, afirmou nesta segunda-feira (2) que o objetivo da ação de reintegração de posse na comunidade Monte Horebe, na zona Norte de Manaus, foi combater a ação de facções criminosas na área. De acordo com o titular da SSP, as facções vendiam lotes no local. 

“Uma facção cobrava R$ 30 na venda de lotes nesta comunidade. Depois, uma outra facção assumiu e começou a vender os lotes por R$ 40”, garantiu Bonates. O secretário afirmou que os traficantes deixaram a área e estão migrando para outras regiões e disse que a ação destes grupos está sendo monitorada pelo sistema de segurança pública. 

Bonates também confirmou duas prisões de traficantes que estariam incitando a população a reagir contra a reintegração de posse. Um dos detidos estava com tornozeleira eletrônica. 

Ainda de acordo com o secretário, a reintegração ocorre após dias de análise da área e que apenas barracos desocupados serão derrubados. Na avaliação do sistema de segurança, esses barracos estavam apenas sendo usados para demarcação de terras.