Delegado compara assassinato de menino de 11 anos a caso Bernardo Boldrini

Por Portal do Holanda

26/05/2020 11h10 — em Policial

Foto: Reprodução

Alexandra Dougokenski, que confessou ter matado  o próprio filho, Rafael Winques, 11, teve a prisão temporária decretada na manhã dessa terça-feira (26), no Rio Grande do Sul.

A informação foi confirmada em coletiva de imprensa realizada hoje pela Polícia Civil. Durante a entrevista, o delegado Joerberth Nunes, que conduz as investigações chegou a comparar o caso de  Rafael com o do menino Bernardo Boldrini, que foi morto pelo pai e a madrasta em 2014, em circunstâncias semelhantes.

A mãe de Rafael diz que administrou um medicamento que deveria apenas acalmar o garoto, mas acabou o matando.

Alexandra relata que antes de falecer, Rafael começou a passar mal, mas ela não conseguiu socorrê-lo a tempo. Para escapar da polícia, ela escondeu o corpo em uma antiga casa da família, fora de Porto Alegre.

Ele foi achado nessa segunda-feira (25), após ela confessar o crime. Os investigadores tentam desvendar agora se ela fez tudo sozinha ou se há outros envolvidos no caso.


O Portal do Holanda foi fundado em 14 de novembro de 2005. Primeiramente com uma coluna, que levou o nome de seu fundador, o jornalista Raimundo de Holanda. Depois passou para Blog do Holanda e por último Portal do Holanda. Foi um dos primeiros sítios de internet no Estado do Amazonas. É auditado pelo IVC e ComScore.

+ Policial